• Sáb. Dez 10th, 2022

Como dois cineastas portugueses produziram um filme nos Estados Unidos

TiagoDurão-SofiaMirpuri
Share This !

Depois de realizarem um filme independente nos Estados Unidos e após a estreia do filme em Nova Iorque a 19 de abril, dois jovens cineastas portugueses disseram à Lusa como foi “fazer o trabalho de 30 pessoas”.

Tiago Durão e Sofia Mirpuri, dois jovens cineastas portugueses a viver nos Estados Unidos, falaram à Lusa do mais recente filme, estreado em Nova Iorque em 19 de abril, rodado em Portugal e nos EUA, para o qual assumiram todas as funções e para o qual procuram agora a distribuição comercial em Portugal.

O filme “Tales From The Rabbit Hole: A Curious Kitsch Novel“, do realizador Tiago Durão e da produtora executiva Sofia Mirpuri, segue agora para apresentações em festivais de cinema, o primeiro dos quais o Manhattan Rep’s Stories Film Festival, em Nova Iorque, de 15 a 19 de maio.

Os dois cineastas disseram à Lusa que a estreia do filme, em 19 de abril, no Centro Robin Williams da Fundação SAG-AFTRA, deixou-os contentes com o resultado de todo o trabalho e concluíram que “o filme resultou melhor no grande ecrã do que no pequeno ecrã” do computador onde fizeram a edição.

Tiago Durão e Sofia Mirpuri assumiram todas as funções e responsabilidades para a produção do filme, que durou cerca de um ano e meio a ser realizado, e envolveu cerca de 18 mil dólares (16 mil euros).

Entre escrita do guião, produção, guarda-roupa, gravações, realização, edição, pós-edição e também comunicação e marketing, entenderam que “fazer o trabalho de 30 pessoas é obra”, como resumiram, em entrevista à Lusa.

Fizeram tudo em nome próprio porque defendem que não há ninguém melhor para executar e produzir o filme que queriam obter do que eles próprios: “Nós somos as melhores pessoas para poder concretizar aquilo que nós queremos fazer”, disse Sofia Mirpuri.

Tiago Durão acrescentou: “Num filme meu só existe um diretor, sou eu. A Sofia tem um papel preponderante nestas direções, porque antes de eu dar as direções, elas são discutidas”.

A história que iria servir de base para este filme foi escrita há cerca de cinco anos, em 2014, em Portugal, entre Tiago Durão, André Tavares e António Rodrigues, com ideias para diferentes formatos que não se chegaram a concretizar.

O filme não avançou em Portugal, porque, segundo o realizador Tiago Durão, “é muito difícil reunir 40 ou 50 pessoas à volta de uma produção”, quando se trata de um filme independente, em que grande parte dos envolvidos trabalha noutros empregos principais.

Na carreira de Tiago Durão, concretizaram-se vários projetos desde aí, como a curta-metragem “Entre Nós”, a série “God Ex Machina” e também a mudança para Nova Iorque.

Foi aí, há cerca de dois anos, que Sofia Mirpuri entrou em cena, enquanto fazia estudos na escola de cinema Atlantic Acting School.

Os autores definem a longa-metragem “Tales From The Rabbit Hole: A Curious Kitsch Novel” como um drama satírico, mas explicam que há momentos de comédia, com momentos de reflexões ou divagações filosóficas e em constante referência a outras obras do cinema e do teatro.

O realizador, Tiago Durão, pretende manter sempre um princípio de escolher apenas atores profissionais para todos os papéis, o que, em parte, significa uma forte aposta em jovens atores que também estejam em início de carreira.

Na experiência com o “Tales From The Rabbit Hole: A Curious Kitsch Novel”, o realizador surpreendeu-se com a capacidade dos atores de improvisarem e fazerem comédia, num guião que estava escrito de forma “inflexível” para o drama.

“Quando os atores leem aquilo, começam a dar tempos de comédia — porque sabiam fazer comédia, coisa que eu não sei fazer. E a certa altura, aquilo é uma bola de neve”, disse Tiago Durão.

Sofia Mirpuri aprendeu com todo o processo que, quando alguém produz um filme, cria cinco filmes diferentes: “O que imaginas, o que escreves, o que filmas, o que editas e o que vês. Na verdade, o Tiago é que me costumava dizer isso”.

Atriz de profissão, Sofia Mirpuri teve com este filme a sua primeira experiência na produção e disse que ganhou o gosto e pretende continuar nos Estados Unidos, a criar projetos próprios.

“Apesar de ter dito muitas vezes ‘nunca mais faço uma coisa destas’ – naqueles momentos em que as coisas não correm tão bem e ter dito ‘não, eu sou é atriz’, agora que acabámos e sei como é, ganhei o gosto”, disse Sofia Mirpuri. (Ag.Lusa)

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
O diário da primeira viagem de Vasco da Gama à Índia
Vasco da Gama

Unesco vai analisar na próxima semana a classificação como património mundial de o diário que relata a descoberta do caminho marítimo para a Índia. O diário da primeira viagem de Read more

Portuguesa soprano é candidata a melhor cantora lírica do mundo
Susana Gaspar

O recital da soprano portuguesa Susana Gaspar abre, no domingo, o Concurso BBC Cardiff da Melhor Cantora do Mundo, no qual participam, até 23 de junho, alguns dos mais promissores Read more

Douro eleito como melhor itinerário turístico fluvial da Europa
Douro

video - O jornal online norte-americano The Huffington Post considerou o Douro como melhor itinerário turístico fluvial da Europa. Natureza, cultura e vinho são algumas das razões apontadas pela publicação Read more

Organização europeia de defesa do património dá prémio a Azulejo portugues
azulejo patrimonio

O projecto português SOS Azulejo, dedicado à salvaguarda e valorização do património azulejar português, foi neste domingo distinguido em Atenas com um prémio especial na edição de 2013 dos galardões Read more

Xutos & Pontapés num concerto em Londres a 29 de junho
Xutos e Pontapés

video - Os Xutos & Pontapés, um dos mais antigos grupo rock português em atividade, irá atuar em 29 de junho em Londres, uma estreia no Reino Unido em 34 Read more

António Zambujo continua a digressão por varios países
Antonio Zambujo

video - Antonio Zambujo, com uma carreira que inclui já cinco álbuns, editados entre 2002-2012, o fadista natural de Beja encontra-se em digressão para promover o trabalho discográfico mais recente. Read more