Festival Música em Leiria celebra os 70 anos com 14 concertos

O Festival “Música em Leiria” celebra os 70 anos do Orfeão de Leiria com 14 concertos que decorrem até 02 de julho nos concelhos de Leiria, Marinha Grande, Castanheira de Pera e Batalha.

Na 34.ª edição, o festival projeta-se pela primeira vez a nível nacional, levando concertos das Vozes Alfonsinas ao Arquivo Distrital de Évora, dia 28 de novembro, e Arquivo Distrital de Bragança, dia 30 de novembro.

Para o presidente do Orfeão de Leiria, o septuagésimo aniversário da instituição assinalado no festival significa “idoneidade e qualidade também possíveis fora das grandes urbes”, fruto de “uma leitura de tenacidade e de empenho cívico ao longo de várias gerações, absolutamente notáveis”.

Online Website Builder

Para Acácio de Sousa, “não é muito usual que instituições apenas relacionadas com cultura perdurem este tempo todo”.

Nesta edição, o festival projeta, entre outros, um conjunto de artistas e projetos que nasceram para a música na instituição, “um sinal tanto de afetos que perduram e que a casa deve reconhecer, como da competência do Orfeão em dar uma boa formação inicial, que é a base de competências artísticas que garantem o sucesso”.

Assumindo os 70 anos do Orfeão como elemento central, o festival começa na quinta-feira com a Gala da instituição, no Teatro José Lúcio da Silva (TJLS), em Leiria.

NO sábado, o quarteto Saxofínia toca nos antigos claustros do Convento de S. Francisco, também em Leiria, e, na Sé Catedral, ouve-se o Liz Consort, no domingo.

Os Clarinetes Ad Libitum dão música ao Auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria no dia 09.

Pela primeira vez, o festival apresentará uma ópera cómica, com “Os dilemas dietéticos de uma matrioska do meio”, no dia 11, no TJLS.

No dia 12, a Big Band do Orfeão de Leiria leva o jazz à Praça da Notabilidade, em Castanheira de Pera.

De regresso a Leiria, o Grupo de Música Contemporânea de Lisboa toca no Solar dos Ataídes, no dia 16, e, pelas ruas da cidade, andará no dia 18 a Fanfarra Káustika.

A Orquestra Sinfónica de Leiria tem atuação marcada no Teatro Stephens, Marinha Grande, no dia 19.

Dia 23, Daniel Bernardes leva jazz ao Claustros de Santo Agostinho, no Museu de Leiria e, no dia 25, o TJLS recebe a Orquestra Filarmonia das Beiras e o pianista Filipe Pinto.

Pelo meio, a 24, há “Poesia e jazz” no Mosteiro da Batalha, com Quarteto Manuel Lourenço e Cláudia Franco e Nicolau Santos.

As Vozes Alfonsinas vão a Leiria no dia 29, para um espetáculo no Arquivo Distrital, assinalando o centenário desta instituição. Como datas extra do festival, o agrupamento atua também nos arquivos distritais de Évora e Bragança, a 28 e 30 de novembro, respetivamente.

A 34.ª edição do festival termina a 02 de julho, no TJLS, com a Orquestra Sinfónica Portuguesa, Coro do Teatro Nacional de São Carlos e o vencedor do Prémio Jovens Músicos, sob direção do maestro Pedro Neves. (Ag.Lusa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Show Buttons
Hide Buttons