• Sáb. Dez 4th, 2021

João Soares quer criar fundo de produção cinematográfica a nível europeu

produção cinematográfica

O ministro da Cultura, João Soares, anunciou em Berlim, que pretende criar um fundo europeu de incentivo à produção de cinema, em parceria com outros ministros europeus para os assuntos culturais, com o apoio da União Europeia.

“A proposta que fiz e que foi recebida com algum entusiasmo, nomeadamente pelo responsável do FFA (Filmförderungsanstalt), o equivalente alemão ao ICA (Instituto do Cinema e Audiovisual), é a preservação da herança cinematográfica da Europa e a possibilidade de avançarmos para uma batalha, no quadro das instituições europeias, para a criação de um fundo que permita a valorização dessa herança cultural”, disse hoje João Soares, em entrevista à agência Lusa, em Berlim.

O ministro da Cultura, que esteve na Alemanha em visita oficial, durante o Festival de Cinema de Berlim, reuniu-se com a ministra da Cultura alemã, Monika Grütters, e com os homólogos da Estónia, Letónia, Luxemburgo, República Checa e Suécia.

Durante a reunião informal, os ministros discutiram a necessidade de fortalecimento da produção da arte europeia, uma vez que a “Cultura é decisiva para construir pontes na Europa”, especialmente numa altura em que o continente europeu “sofre grandes desafios a nível político”, de acordo com o comunicado a que a Lusa teve acesso.

Meetic

“Houve uma diferença de pontos de vista entre os vários presentes: há uns que valorizam mais, ou quase em exclusivo, o papel da iniciativa privada e há outros, como é o meu caso, que acham que tem de haver algum investimento por parte do Estado”, afirmou.

João Soares acrescentou que a visita à capital germânica permitiu também a consolidação do acordo que o executivo ratificou na semana passada, e que prevê uma cooperação entre Portugal e a Alemanha no setor cinematográfico, com o objetivo de proporcionar às empresas portuguesas uma maior facilidade de internacionalização e melhor acesso ao mercado alemão.

“Estávamos em mínimos que ainda eram muito altos para as nossas capacidades financeiras e conseguimos que isso se reduzisse, conseguindo coproduções com a Alemanha”, explicou.

Além do ministro da Cultura, que regressou hoje à tarde a Lisboa, o Festival de Cinema de Berlim contou com a presença do primeiro-ministro, António Costa, no ano em que Portugal tem a maior presença de sempre no Berlinale, com oito filmes de produção nacional, três dos quais em competição.(A.Lusa)

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
“Glória” é o thriller e o primeiro original português da Netflix
gloria-thriller-tiago-guedes

A série "Glória", um thriller passado durante a Guerra Fria, com realização de Tiago Guedes, é o primeiro projeto português original da Netflix, tem produção da SPi, do Grupo SP Read more

Filme “Selvajaria” de Miguel Gomes é premiado no Festival de Locarno
Miguel-Gomes-Selvajaria

O novo filme do realizador português Miguel Gomes, intitulado "Selvajaria", recebeu o prémio especial do júri no programa "The Films After Tomorrow" do Festival de Cinema de Locarno, na Suíça, Read more

Filme de David Pinheiro Vicente selecionado para competição de “curtas” de Cannes
Festival-Cinema-Cannes

O filme “O Cordeiro de Deus”, do realizador português David Pinheiro Vicente, foi selecionado para a competição de curtas-metragens do Festival de Cinema de Cannes, anunciou a organização. Segundo o Read more

Óscar de melhor filme : Green Book – Um guia para a vida
Green-Book

O Óscar de melhor filme foi hoje entregue a "Green Book - Um guia para a vida", na 91.ª edição dos prémios da Academia das Artes e Ciências Cinematográficas, dos Read more

Show Buttons
Hide Buttons