Brasil começa o Mundial a vencer contra a Croacia

No Mundial de 2002, a selecção do Brasil entrou com uma vitória sofrida sobre a Turquia por 2-1, depois de ter estado a perder. Seria um início sofrido mas vitorioso para a selecção de Luiz Felipe Scolari que terminaria na conquista do pentacampeonato.

Doze anos depois, no “seu” Mundial, o Brasil, de novo com Scolari ao comando, voltou a ter um primeiro jogo sofrido que acabou em alívio para os “canarinho”, com um triunfo por 3-1 sobre a Croácia no jogo de abertura no Arena Corinthians, em São Paulo, a contar para o Grupo A.

O guião deste jogo foi quase igual ao do jogo com os turcos há 12 anos, na Coreia. Desta vez, foi a Croácia, com um meio-campo dominador com Modric e Rakitic, a entrar melhor e a colocar o Brasil em apuros. E não demorou muito a dar os seus frutos.

Jogada de contra-ataque, bola na área, falha o ponta-de-lança Jelavic e Marcelo acabou por empurrar a bola para a própria baliza aos 11’, naquele que foi o primeiro autogolo da selecção brasileira em Mundiais de futebol.

O Brasil levou algum tempo a reagir ao choque, mas, quando o fez, foi com a arte da sua “estrela”, Neymar. Aos 30’, o avançado do Barcelona ganha espaço à entrada da área, com pouca força e muita colocação, bate o guardião Pletikosa pela primeira vez.

Já na segunda parte, voltou a ser Neymar a fazer o Brasil respirar de alívio. Após um penálti muito discutível sobre Fred, Neymar, chamado a marcar, fez o 2-1, com o guardião croata a adivinhar o lado, mas a não conseguir defender. Já em cima dos 90’, Óscar fechou a contagem para os brasileiros. (Publico)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Show Buttons
Hide Buttons