Real Madrid conquistou a sua 10.ª Taça dos Campeões Europeus

O Real Madrid conquistou a sua 10.ª Taça dos Campeões Europeus de futebol, ao derrotar na final da Liga dos Campeões o Atlético Madrid por 4-1, após prolongamento.

O Atlético, de Tiago, ainda chegou ao intervalo a vencer por 1-0, com um tento de Godin, aos 36 minutos, mas o Real, de Cristiano Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão, ainda teve forças para forçar o prolongamento, quando Sergio Ramos, aos 90+3, igualou a contenda.

No tempo extre, a formação do Real foi mais forte e, com golos de Gareth Bale (110), Marcelo (118) e Cristiano Ronaldo (120), na conversão de uma grande penalidade, acabou por vencer por folgados 4-1.
…/…

O Atlético de Madrid esteve a dois minutos de ser campeão europeu, mas Sergio Ramos (90+3′) levou o jogo para prolongamento, que acabou em goleada merengue e com golo de Cristiano Ronaldo.

Eis a “décima”. O Real Madrid conquistou o seu 10.º título de campeão europeu, o quarto na era Liga dos Campeões, ao derrotar o Atlético de Madrid, por 4-1, no Estádio da Luz, após prolongamento.

Fábio Coentrão, Pepe e Cristiano Ronaldo protagonizam a festa lusa em Lisboa, após o Atlético, de Tiago, ter estado a escassos dois minutos de vencer a Champions pela primeira vez. Repetiu-se, porém, o “golpe de teatro” de 1974, em que o Atlético viu o título “fugir” no último minuto do prolongamento da final frente ao Bayern Munique (na finalíssima, os alemães golearam por 4-0).

Importa, precisamente, começar pelo minuto 90+3′: na sequência de um pontapé de canto, Sergio Ramos cabeceou para o fundo das redes e forçou o prolongamento, deitando por terra o esforço e empenho do Atlético ao longo de 90 minutos. Diego Simeone voltou a dar uma lição de como defender sem utilizar o “autocarro”.

Aliás, usou o “autocarro”, mas apenas para “atropelar” o adversário, tamanha que foi a pressão aplicada em todos os momentos do jogo. O Atlético não tem jogadores que saibam fazer tudo (individualmente, poucos teriam lugar no Real Madrid), mas todos sabem o que têm de fazer.

Apesar da lesão de Diego Costa, aos nove minutos, os colchoneros chegaram à vantagem aos 36′: Diego Godín, autor do golo do título em Camp Nou, aproveitou as falhas de Khedira e Casillas para faturar.

Com Pepe no banco, Coentrão a “meio gás” e Cristiano Ronaldo completamente “apagado” em quase todo o jogo, o Real Madrid teve de correr atrás do prejuízo, com Modric a carregar o “piano” e Di María, o melhor jogador da final, a ser um poço inesgotável de energia, velocidade e criatividade ao longo de 120 minutos. Bale apareceu a espaços, mas desperdiçou as duas melhores ocasiões em 90 minutos.

Depois do golo “milagroso” de Sergio Ramos, o Real Madrid perfilou-se como o mais forte candidato à vitória no prolongamento. Mais fresco fisicamente e mais forte individualmente, a equipa de Ancelotti assumiu a responsabilidade de resolver o jogo antes dos penáltis e foi premiada aos 110′, com Bale a cabecear para o fundo das redes, após uma primeira defesa de Courtois, a remate de Di María.

O Atlético de Madrid não tinha forças para muito mais, mas o sonho “morreu” definitivamente quando Marcelo, aos 116′, rematou forte e bateu Courtois. O vencedor estava encontrado, mas faltava “algo” à festa blanca: Cristiano Ronaldo.

Depois de 120 minutos em que CR7, longe da melhor forma, fez uma exibição muito aquém de qualquer expetativa, o extremo português arrancou o penálti que converteu no 4-1 final. O Bola de Ouro 2013 e Bota de Ouro 2013/14 fez 17 golos na Liga dos Campeões, o recorde absoluto numa só edição da prova, apesar de o prémio MVP (jogador mais valioso) da final ter ido, com total mérito, para as mãos de Di María.

O Real Madrid faz a festa na Europa 12 anos depois, com Carlo Ancelotti a igualar o recorde de Robert Paisley, vencedor de três Champions. O conto de fadas do Atlético terminou de forma “cruel” e o Real Madrid qualifica-se para a Supertaça Europeia (contra o Sevilha) e para o Mundial de Clubes de 2014. (Ag.Lusa & DN)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.