• Seg. Fev 26th, 2024

Alemanha ganha 41 mil milhões com a crise na zona euro

ByTeam

Ago 21, 2013 ,
Share This !

A crise da dívida soberana na zona euro foi benéfica aos cofres da Alemanha. Segundo o ministério alemão das Finanças, entre 2010 e 2014, Berlim vai poupar quase 41 mil milhões de euros. É a diferença entre os juros previstos e os realmente pagos.

Segundo a resposta dos responsáveis das finanças alemãs, Berlim vai poupar 40,9 mil milhões de euros (equivalente grosso modo a 25% do PIB português) em juros entre a despesa que tinha projectado de 2010 a 2014 e aquela em que realmente está a incorrer.
Como exemplo veja-se que este ano os alemães projectavam um gasto de 40,6 mil milhões em juros e empréstimos, que afinal vão ficar-se pelos 31,6 mil milhões.

As taxas de juro da dívida alemã baixaram, em média, um ponto percentual. Os investidores consideram a dívida germânica um valor seguro.

A redução dos encargos com os juros e a robustez económica, que levou a uma subida das receitas fiscais, fizeram baixar as necessidades de financiamento da Alemanha. Entre 2010 e 2012, Berlim emitiu menos 73 mil milhões de euros de dívida do que o planeava.

No total, segundo o jornal Spiegel, com base nos dados oficiais, a crise na zona euro custou menos de 600 milhões de euros a Berlim.


Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Empresários da construção na seca de investimento público

Em Abril, a produção do sector da construção caiu 21,5%, face a mesmo mês de 2012, com a engenharia civil a cair 22,6%, diz a Associação de Empresas de Construção Read more

Governo não vai conseguir o corte na despesa

video - Governo não vai conseguir cortar os 4,7 mil milhões de euros na despesa e defende uma saída do Euro para Portugal, sublinhou Ferreira do Amaral O economista João Read more

Eurogrupo admite mais apoios para Portugal

O presidente do Eurogrupo admitiu hoje que poderão vir a ser consideradas medidas de apoio complementares a Portugal e Irlanda para ajudar estes dois países a saírem dos programas de Read more

Equador renuncia a acordo aduaneiro com os EUA devido ao caso Snowden

O Equador anunciou, que renuncia ao pacto aduaneiro com os EUA, que lhe valia tarifas preferenciais, denunciando o acordo como uma "instrumento de chantagem" num momento em que o Governo Read more

Troika duvida do plano de cortes na despesa do Estado português

A Troika deixou ontem Lisboa com dúvidas sobre o plano de cortes na despesa do Estado. Este é o balanço dos trabalhos realizados nos últimos cinco dias na capital portuguesa. Read more

Portugal deve deixar clara determinação em prosseguir o programa de ajustamento

Durão Barroso sublinhou, em Vilnius, a importância de Portugal continuar a mostrar a mesma determinação na implementação do programa de ajustamento, advertindo que os mercados reagem com nervosismo a qualquer Read more

Show Buttons
Hide Buttons