• Ter. Ago 16th, 2022

Cabaz de bens alimentares subiu mais de 10% desde o início da guerra

Cabaz-bens-alimentares

Cabaz de produtos alimentares já registou um aumento de preço de 10,94%, custando esta semana mais 20,09 euros do que custava no final de fevereiro.

Um cabaz de bens alimentares com produtos considerados essenciais já aumentou mais de 10% desde o início da guerra na Ucrânia, de acordo com a monitorização de preços da DECO Proteste. Na última semana, sublinhe-se, os preços voltaram a aumentar.

“O preço do cabaz de bens alimentares essenciais registou uma ligeira subida de 0,86% (mais 1,73 euros) entre 22 e 29 de junho, passando a custar 203,72 euros. Quatro meses depois do início da guerra na Ucrânia (24 de fevereiro), o mesmo cabaz de produtos alimentares já registou um aumento de preço de 10,94%, custando esta semana mais 20,09 euros do que custava no final de fevereiro”, adianta a associação, em comunicado.

Esta monitorização tem sido feita todas as semanas, desde fevereiro, às quartas-feiras, com base nos preços recolhidos no dia anterior, a um cabaz de 63 produtos alimentares essenciais que inclui bens como peru, frango, pescada, carapau, cebola, batata, cenoura, banana, maçã, laranja, arroz, esparguete, açúcar, fiambre, leite, queijo e manteiga.

“Esta análise tem revelado aumentos quase todas as semanas, com alguns produtos a registarem subidas de preços de dois dígitos de uma semana para a outra”, adianta a DECO Proteste.

Quais os preços que mais aumentaram ?

Na última semana, entre 22 e 29 de junho, os dez produtos com maiores subidas de preço foram os cereais (mais 15%), o carapau (mais 14%), a couve-flor (mais 12%), o tomate (mais 12%), a alface frisada (mais 10%), os brócolos (mais 8%), a curgete (mais 8%), a pescada fresca (mais 8%), a cenoura (mais 7%) e a massa esparguete (mais 7%). (Ag.Lusa)

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Mário Centeno surpreendido com inflação e pede mais coordenação a nível europeu
centeno-15-12-2020

O governador do Banco de Portugal (BdP) admitiu que os últimos dados da inflação foram "uma surpresa" e pediu mais coordenação a nível europeu nas medidas de combate, desde logo Read more

Crescimento do PIB e da inflação em Portugal em 2016 e desemprego desce
A. Costa

O Banco Central Europeu divulgou as previsões do Eurosistema até 2018, que prevê para Portugal, em 2016, um crescimento de 1,3%, uma inflação de 0,7% e um desemprego de 11,9%. Read more

A perda da confiança dos mercados pode levar Portugal a segundo resgate
Banco de Portugal

O governador do Banco de Portugal defendeu que, mais do que uma saída limpa, Portugal tem de ter "uma saída credível" e que ela se constrói "em relação ao futuro Read more

Marcelo : Proposta de reduzir semana de trabalho “é um debate em curso”
Marcelo

O Presidente da República afirmou hoje que a possibilidade de reduzir a semana de trabalho de cinco para quatro dias, uma das medidas da agenda do trabalho digno, é um Read more

Show Buttons
Hide Buttons