• Ter. Out 27th, 2020

Endividamento da economia portuguesa atinge para os 740 mil milhões de euros

O endividamento do setor não financeiro agravou-se em 4,6 mil milhões de euros em julho para atingir os 740 mil milhões de euros, regressando a um valor muito próximo ao recorde alcançado em maio, segundo dados divulgados.

De acordo com as informações divulgadas pelo Banco de Portugal, em julho, o endividamento do setor não financeiro situou-se em 740 mil milhões de euros, dos quais 331,4 mil milhões de euros respeitavam ao setor público e 408,6 mil milhões de euros ao setor privado.

Relativamente a junho de 2020, o endividamento do setor não financeiro aumentou 4,6 mil milhões de euros.

“Este aumento deveu-se aos acréscimos de 3,9 mil milhões de euros do endividamento do setor público e de 0,7 mil milhões de euros do endividamento do setor privado”, refere.

O incremento do endividamento do setor público refletiu-se, segundo o BdP, sobretudo, no crescimento do endividamento face ao exterior (2,7 mil milhões de euros), face ao setor financeiro (1,7 mil milhões de euros) e face às empresas (0,4 mil milhões de euros).

Estes aumentos foram parcialmente compensados pela redução do endividamento perante as próprias administrações públicas, no montante de 1,1 mil milhões de euros.

No setor privado, o endividamento das empresas aumentou 0,5 mil milhões de euros.

Este crescimento resultou sobretudo da subida do endividamento face ao setor financeiro (em 0,8 mil milhões de euros), que foi parcialmente compensada pela redução do endividamento face ao exterior (de 0,3 mil milhões de euros), sinaliza também o BdP.

O endividamento dos particulares perante o setor financeiro registou, por sua vez, um acréscimo de 0,2 mil milhões de euros.

Em julho, a taxa de variação anual do endividamento total das empresas privadas foi de 4%, mais 0,1 pontos percentuais do que o verificado no mês anterior, enquanto a dos particulares aumentou 0,2 pontos percentuais para 0,7%, acrescentou.
(Ag.Lusa)

Facebook Comments
Endividamento da economia portuguesa sobe para 735,4 mil ME em junho

Portugal: endividamento da economia chega aos 360% do PIB em junho. O endividamento do setor não-financeiro situou-se em 735,4 mil milhões no final do primeiro semestre, mais 16,7 mil milhões Read more

O Problema da dívida: “O único problema que temos foi ter passado a vida a ignorá-lo”, comenta Vítor Bento

(Destaque) "Portugal passou a vida a ignorar que tem um problema de dívida pública" e esse problema vai dificultar o combate à crise económica decorrente da covid-19, alerta o economista Read more

Endividamento da economia portuguesa continua em máximos.

O endividamento do setor não financeiro da economia portuguesa atinge os 728,7 mil milhões de euros, dos quais 327,8 mil milhões de euros respeitavam ao setor público e 400,8 mil Read more

Ministro das Infraestruturas avisa que reestruturação da TAP é inevitável e tem consequências

O processo de reestruturação da TAP é inevitável, de forma a tornar a empresa saudável e viável, e tem consequências, disse, em Coimbra, o ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Read more

Show Buttons
Hide Buttons