Endividamento da economia portuguesa continua em máximos.

O endividamento do setor não financeiro da economia portuguesa atinge os 728,7 mil milhões de euros, dos quais 327,8 mil milhões de euros respeitavam ao setor público e 400,8 mil milhões de euros ao setor privado” divulgou o Banco de Portugal (BdP).

O endividamento da economia portuguesa situa-se em 728,7 mil milhões de euros.

Mesmo com uma pequena queda do endividamento do setor público deveu-se, “sobretudo, ao decréscimo do endividamento face às administrações públicas e ao exterior, que foi parcialmente compensado pelo aumento do endividamento face ao setor financeiro e às empresas”, refere o banco central na nota divulgada.

Segundo o Banco de Portugal, no setor privado reduziu-se o endividamento das empresas face ao setor financeiro, enquanto houve um aumento do endividamento face ao exterior.

O setor não financeiro da economia abrange Estado, empresas públicas e privadas e famílias, excluindo o setor financeiro.

Portugal continua com um endividamento da economia portuguesa em máximos.

Bruxelas considera que Portugal se encontra numa situação de risco elevado quando o assunto é a sustentabilidade das finanças públicas no médio prazo.

O problema é da dívida pública. Ainda que esteja prevista uma redução, Bruxelas diz que será insuficiente.

Evolução mensal do endividamento da economia portuguesa desde 2011 :

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.