• Ter. Ago 16th, 2022

Mercado automóvel português atingiu aumento de 36,1% em 2014

Mercado automóvel português

A Associação Automóvel de Portugal (ACAP) revelou esta sexta-feira que em 2014 foram vendidos 172 390 veículos automóveis, o que se traduziu num crescimento de 36,1% face a 2013.

De todo o modo, e apesar da subida entre 2013 e 2014, o mercado no ano passado situou-se 32% abaixo da média dos últimos quinze anos, analisa a ACAP.

Em 2014, o mercado de veículos ligeiros (ligeiros de passageiros e comerciais ligeiros) fixou-se em 169 026 unidades, o que correspondeu a um crescimento homólogo de 36,2%.

Só em dezembro foram vendidos em Portugal 11 905 automóveis ligeiros de passageiros, representativos de uma subida de 37,9% face ao mês homólogo do ano anterior.

Já no que refere às vendas de veículos pesados de passageiros e de mercadorias, estas situaram-se nas 3364 unidades, o que representou um acréscimo do mercado de 31,1% relativamente ao ano de 2013. (CM)


Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Cabaz de bens alimentares subiu mais de 10% desde o início da guerra
Cabaz-bens-alimentares

Cabaz de produtos alimentares já registou um aumento de preço de 10,94%, custando esta semana mais 20,09 euros do que custava no final de fevereiro. Um cabaz de bens alimentares Read more

Iniciativa Liberal culpa Antonio Costa por ter aceitado “sovietização” da Saúde em 2015
IL-06-06-2022

A Iniciativa Liberal (IL) responsabilizou, esta sexta-feira, o primeiro-ministro pelos constrangimentos no Serviço Nacional de Saúde (SNS). Para além disso, os responsáveis do partido consideraram que os últimos acontecimentos nos Read more

Crise alimentar, crise de fome e preços vão agravar situação
Crise-alimentar

A agência alemã de ajuda humanitária Welthungehrilfe alerta para uma crise de fome que se avizinha em todo o mundo e diz que o aumento sem precedentes do preço dos Read more

Marcelo : Proposta de reduzir semana de trabalho “é um debate em curso”
Marcelo

O Presidente da República afirmou hoje que a possibilidade de reduzir a semana de trabalho de cinco para quatro dias, uma das medidas da agenda do trabalho digno, é um Read more

Show Buttons
Hide Buttons