• Sáb. Dez 4th, 2021

O BESI vai ser vendido a chineses por 400 milhões de euros

ByTeam

Nov 16, 2014 ,
BES

O jornal Sol relata que o banco será vendido por 400 milhões de euros.A venda do Banco Espírito Santo de Investimento (BESI) pode estar prestes a ser oficializada, noticia o Sol.

De acordo com o jornal, a administração do Novo Banco terá fechado, no final da semana passada, um acordo de princípio com um grupo chinês no valor de 400 milhões de euros.

Trata-se do segundo negócio da esfera Espírito Santo a ser concretizado com chineses. Em outubro, a Espírito Santo Saúde foi vendida à Fosun, através da Fidelidade.

Todas as sucursais e filiais do BESI foram incorporadas no Novo Banco após a divisão do Banco Espírito Santo pelo Banco de Portugal, no dia três de Agosto.

Segundo o jornal Sol, o grupo é de Xangai e não está ligado a outros investidores chineses já presentes em Portugal. As negociações do BESI terão sido lideradas por Eduardo Stock da Cunha, que está à frente do Novo Banco.

Até junho deste ano, o BESI tinha lucrado 2,5 milhões de euros, mais 22% do que mesmo período do ano anterior.


Conecte-se ao Facebook para poder comentar
BESi foi vendido aos chineses por 379 ME
BES

O Novo Banco vendeu o Banco Espírito Santo de Investimento (BESI) à Haitong, empresa chinesa especializada em serviços financeiros, por 379 milhões de euros. Em comunicado enviado à Comissão do Read more

Partido Chega propõe comissão parlamentar de inquérito sobre Novo Banco
chega-andre_ventura

O deputado do Chega, André Ventura, propôs uma comissão parlamentar de inquérito ao alegado financiamento de campanhas eleitorais por parte do BES, e quer agora alargar o âmbito aos negócios Read more

BES: Ministério Público arquiva queixas contra os “Gestores de bancos”
bes-novo-banco

Portugal do avesso: O Ministério Público (MP) arquivou as queixas contra os gestores de conta do antigo Banco Espírito Santo (BES), que venderam papel comercial de sociedades insolventes do grupo, Read more

Defesa de Ricardo Salgado acusa Banco de Portugal de ser “desleal e desonesto”
bes-ricardo-salgado

A defesa de Ricardo Salgado na contestação à coima aplicada pelo supervisor por violação de normas de prevenção de branqueamento de capitais acusou o Banco de Portugal de ter sido Read more

Show Buttons
Hide Buttons