• Sex. Dez 2nd, 2022

PRR: Gestores temem falta de ética e transparência na gestão dos fundos da UE

fundos-europeus-PRR
Share This !

A conclusão é de um barómetro que contou com a participação de 123 “altos quadros de empresas de referência a operar no mercado nacional”.

Apenas 11,4% dos gestores esperam uma execução ética e transparente dos fundos no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), de acordo com o barómetro ‘Corrupção e Transparência em Portugal’, divulgado esta sexta-feira.

“Apenas 11,4% dos inquiridos esperam uma intervenção ética, imparcial e transparente do Governo na atribuição dos apoios associados ao PRR – até hoje o maior pacote de ajuda financeira alguma vez concedido pela Comissão Europeia aos seus Estados-membros”, pode ler-se num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

Este barómetro, sublinhe-se, contou com a participação de 123 “altos quadros de empresas de referência a operar no mercado nacional” e tem como objetivo de apurar qual o impacto da corrupção nas empresas portuguesas e qual a perceção dos gestores face à execução do atual.

As conclusões mostram que os obstáculos a uma execução transparente atribuem-se, sobretudo, a uma fiscalização insuficiente (82,1%) e intimamente relacionada com a corrupção na atribuição de fundos (73,1%), bem como a uma burocratização excessiva.

“Além disso, o presente estudo refere que uma má execução do PRR poderá significar um atraso na implementação de reformas estruturais para o país (74,8%), enquanto nas empresas se receia a perda de competitividade”, pode ainda ler-se no mesmo comunicado.

O estudo revela ainda que a corrupção é uma “preocupação premente para a maioria dos líderes empresariais portugueses”.

“De acordo com os dados apresentados, 67,5% dos inquiridos considera que a existência de corrupção é um fenómeno habitual nas empresas portuguesas, surgindo esta essencialmente sob a forma de tráfico de influências”, é referido. (Ag.Lusa)

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Empresários da construção na seca de investimento público
construcao

Em Abril, a produção do sector da construção caiu 21,5%, face a mesmo mês de 2012, com a engenharia civil a cair 22,6%, diz a Associação de Empresas de Construção Read more

Governo não vai conseguir o corte na despesa
joao ferreira amaral

video - Governo não vai conseguir cortar os 4,7 mil milhões de euros na despesa e defende uma saída do Euro para Portugal, sublinhou Ferreira do Amaral O economista João Read more

Eurogrupo admite mais apoios para Portugal
EuroGrupo

O presidente do Eurogrupo admitiu hoje que poderão vir a ser consideradas medidas de apoio complementares a Portugal e Irlanda para ajudar estes dois países a saírem dos programas de Read more

Equador renuncia a acordo aduaneiro com os EUA devido ao caso Snowden
Ricardo Patino

O Equador anunciou, que renuncia ao pacto aduaneiro com os EUA, que lhe valia tarifas preferenciais, denunciando o acordo como uma "instrumento de chantagem" num momento em que o Governo Read more

Troika duvida do plano de cortes na despesa do Estado português
troika em portugal

A Troika deixou ontem Lisboa com dúvidas sobre o plano de cortes na despesa do Estado. Este é o balanço dos trabalhos realizados nos últimos cinco dias na capital portuguesa. Read more

Portugal deve deixar clara determinação em prosseguir o programa de ajustamento
Durão Barroso

Durão Barroso sublinhou, em Vilnius, a importância de Portugal continuar a mostrar a mesma determinação na implementação do programa de ajustamento, advertindo que os mercados reagem com nervosismo a qualquer Read more