Remessas de emigrantes sobem 9,12% para 1,14 mil milhões de euros

As remessas de emigrantes subiram, nos primeiros cinco meses do ano, 9,12%, chegando aos 1,14 mil milhões de euros, de acordo com o boletim estatístico do Banco de Portugal.
De acordo com os dados dos primeiros cinco meses do ano, a França e a Suíça são os países cujos emigrantes mais dinheiro enviaram para Portugal durante o mês de maio: 76,8 milhões e 53 milhões, respetivamente.

Os trabalhadores portugueses nos países da União Europeia, aliás, são responsáveis pelo envio de 661 milhões de euros de janeiro a maio deste ano, representando uma subida de 9,12% face aos primeiros cinco meses de 2012, e um pouco mais de metade do total de dinheiro enviado para Portugal pelos emigrantes nacionais.

Comparando a evolução dos primeiros cinco meses deste ano com os dados do primeiro trimestre, constata-se que o envio de verbas tem vindo a acelerar, uma vez que de janeiro a março a subida percentual tinha-se ficado pelos 7,1%, período em que aumentou para 644,8 milhões de euros.

Olhando para as entradas e saídas de dinheiro por parte dos emigrantes e imigrantes portugueses, constata-se que há muito mais dinheiro a entrar do que a sair de Portugal.

Nos primeiros cinco meses, os emigrantes portugueses no estrangeiro enviaram para Portugal 1,14 mil milhões de euros, enquanto 211 milhões de euros enviados para fora de Portugal, o que representa uma descida de 1,4% face aos 214 milhões enviados nos primeiros cinco meses de 2012. (Agência Lusa)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Show Buttons
Hide Buttons