• Qua. Jul 6th, 2022

Santander compra o banco Banif e diz que litígios ficam fora do negócio

ByTeam

Dez 21, 2015
banco santander totta

O Santander Totta comunicou hoje ao regulador do mercado que se tornará “o segundo banco privado português” após a aquisição de parte do Banif por 150 milhões de euros, indicando que possíveis litígios ficam na instituição portuguesa.

Numa informação enviada esta manhã à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, o Santander Totta comunica que o Banco de Portugal lhe adjudicou “a maior parte dos ativos e passivos” do Banif por “150 milhões de euros”.

“A operação incrementa em 2,5 pontos a quota de mercado do Santander Totta em Portugal, que passa a ser de 14,5% em créditos e depósitos, situando-o como o segundo banco privado do país”, lê-se no texto.

A operação terá um “impacto imaterial” no capital do Santander e “ligeiramente positivo” no benefício a partir do primeiro ano, acrescenta o documento em língua espanhola.

De acordo com o texto, a operação será concretizada “mediante a transferência de uma parte substancial (o negócio da banca comercial) dos ativos e passivos do Banco Banif para o Santander Totta”.

O banco espanhol “pagará 150 milhões de euros pelos ativos e passivos do Banco Banif, que se transmitem adequadamente aprovisionados”.

“Outros ativos e passivos permanecem no banco Banif, que é a entidade responsável pelos possíveis litígios decorrentes da sua atividade no passado, para a sua liquidação ou venda ordenada”, assinala.

A nota refere que o negócio situa o Santander como “o segundo banco privado de Portugal, atrás do BCP-Millenium, com uma quota de mercado de 14,5% em créditos e depósitos”.

“O Banco Banif comporta 2,5 pontos de quota de mercado e conta com uma rede de 150 balcões e 400.000 clientes”, sendo “especialmente relevante nos arquipélagos da Madeira e Açores, onde conta com quotas de mercado muito elevadas”, sublinha.

O documento enviado à CMVM destaca ainda declarações da presidente do Santander, Ana Botín.

“A aquisição do Banif é mais um exemplo da aposta do Banco Santander em Portugal, um dos principais países do grupo. Estamos totalmente comprometidos com o desenvolvimento económico de Portugal”, salienta Ana Botín, citada no comunicado. (Ag.Lusa)

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Cabaz de bens alimentares subiu mais de 10% desde o início da guerra
Cabaz-bens-alimentares

Cabaz de produtos alimentares já registou um aumento de preço de 10,94%, custando esta semana mais 20,09 euros do que custava no final de fevereiro. Um cabaz de bens alimentares Read more

Iniciativa Liberal culpa Antonio Costa por ter aceitado “sovietização” da Saúde em 2015
IL-06-06-2022

A Iniciativa Liberal (IL) responsabilizou, esta sexta-feira, o primeiro-ministro pelos constrangimentos no Serviço Nacional de Saúde (SNS). Para além disso, os responsáveis do partido consideraram que os últimos acontecimentos nos Read more

Crise alimentar, crise de fome e preços vão agravar situação
Crise-alimentar

A agência alemã de ajuda humanitária Welthungehrilfe alerta para uma crise de fome que se avizinha em todo o mundo e diz que o aumento sem precedentes do preço dos Read more

Marcelo : Proposta de reduzir semana de trabalho “é um debate em curso”
Marcelo

O Presidente da República afirmou hoje que a possibilidade de reduzir a semana de trabalho de cinco para quatro dias, uma das medidas da agenda do trabalho digno, é um Read more

Show Buttons
Hide Buttons