TAP: os chineses da HNA podem ficar indiretamente com 20% da transportadora aérea

A empresa chinesa Hainan Airlines (HNA) pode vir a ficar com uma participação de 20% do capital da TAP, admitiu ontem o empresário Humberto Pedrosa, do consórcio Atlantic Gateway.

Em conferência de imprensa hoje em Lisboa, Humberto Pedrosa adiantou que a HNA vai entrar no capital da Azul (companhia do brasileiro David Neelman que integra a Atlantic Gateway), que subscreveu obrigações na TAP que poderão ser convertíveis em ações. Esta participação indireta rondará os 13%.

Ao mesmo tempo, adiantou, a HNA vai entrar no capital da Atlantic Gateway com uma participação na ordem dos sete por cento.

“Se juntarmos esses 13% aos 7% que [a HNA] vai ter na Atlantic, poderá chegar aos 20%”, disse Humberto Pedrosa aos jornalistas.

A conferência de imprensa, que decorreu com a presença do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, serviu para dar conta dos termos do acordo entre o Governo e a Atlantic Gateway de compra e venda de ações da TAP, que permitirá ao Estado ficar com 50% do capital da transportadora aérea.

Sobre a participação chinesa no capital da TAP, o ministro Pedro Marques afirmou apenas que há a expetativa de se conseguir uma aproximação a Oriente para ter “tão cedo quanto possível” uma ligação a essa zona, em concreto a Pequim. (Ag.Lusa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Show Buttons
Hide Buttons