• Ter. Out 27th, 2020

União Europeia quer reforçar repressão contra os gigantes digitais “Gafa” este ano

A Comissão Europeia vai reforçar a repressão contra o monopólio dos gigantes digitais (Google, Amazon, Facebook e Apple) até ao final de 2020, o que poderá mesmo levar à sua exclusão do mercado comum, disse o comissário do Mercado Interno, Thierry Breton, ao Financial Times.

Os Gafa (Google, Amazon, Facebook e Apple), são “demasiado grandes para não se preocuparem”, disse o comissário, referindo que a União Europeia “precisa de uma melhor supervisão” destes gigantes, seguindo o exemplo da regulação mais rigorosa da atividade bancária depois da crise de 2008.

A Comissão Europeia deverá revelar nova legislação até ao final do ano (a “Lei dos Serviços Digitais”), uma prioridade do executivo da UE, para controlar melhor a forma como as principais plataformas expandem as suas atividades, combater a desinformação ou gerir dados pessoais.

O objetivo de Bruxelas é proteger melhor os consumidores e os concorrentes mais pequenos.

A escala de sanções para plataformas que, por exemplo, forçam os seus utilizadores a utilizar apenas o seu serviço, poderia chegar ao ponto de os forçar a despojar-se de algumas das suas atividades.

“As plataformas precisam de ser mais responsáveis, de se tornarem mais transparentes. É tempo de ir além das medidas de autorregulação”, disse Vera Jourova, comissária dos Valores e Transparência, quando apresentou no início de setembro uma avaliação da implementação de um código de boas práticas contra a desinformação, lançado em 2018 e assinado pela Google, Facebook, Twitter, Microsoft, Mozilla e, mais recentemente, TikTok.

Facebook Comments
Fundos europeus: Marcelo diz que o dinheiro é dos portugueses e não do Governo

O Presidente da República defendeu que as prioridades para a aplicação dos fundos europeus aprovados no Conselho Europeu devem ser alvo de um debate na sociedade, uma vez que “o Read more

Um total de 96 companhias aéreas estão proibidas de voar para a União Europeia

Um total de 96 companhias aéreas estão proibidas de voar para a União Europeia (UE) por questões de segurança, incluindo várias angolanas, as de São Tomé e Príncipe e Guiné Read more

França e Alemanha propõem 500 mil milhões para Fundo de Recuperação das economias afetadas

França e Alemanha propuseram hoje o valor de 500 mil milhões de euros para a criação de um fundo de recuperação europeu para as economias afetadas pela pandemia de covid-19. Read more

Ministros do sul da Europa: Portugal, Espanha e Itália pedem rendimento mínimo europeu

Ministros dos Governos de Portugal, Espanha e Itália defendem a criação de um sistema de rendimento mínimo europeu, apelando à solidariedade como veículo para minimizar a crise provocada pelo novo Read more

Show Buttons
Hide Buttons