• Qua. Mar 3rd, 2021

Vistos Gold: Investimento sobe 33% para 45,7 milhões de euros

vistos-gold

O investimento captado através dos vistos gold subiu 33% em agosto, face a igual período de 2017, para 45,7 milhões de euros, de acordo com os dados estatísticos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Em agosto, o investimento resultante da Autorização de Residência para a atividade de Investimento (ARI), como também são conhecidos os vistos ‘gold’, atingiu 45.697.573 euros, uma subida de 33% em termos homólogos (em 2017 o valor foi de 34.280.143,19 euros) e um aumento de 75% face a julho deste ano.

Em agosto, segundo os dados, foram concedidos 82 ARI: quatro por transferência de capital, uma pela criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho e 77 pela compra de imóveis. Um igual mês de 2017 tinham sido concedidos 58 vistos ‘gold’.

Do total de 77 vistos ‘dourados’ concedidos por via do critério da aquisição de imóveis, 15 resultaram de compra de imóveis para reabilitação urbana.

Desde a atribuição do primeiro visto para reabilitação urbana, em julho de 2016, foram concedidos 186 vistos ‘dourados’ mediante este requisito.

Nos primeiros oito meses do ano, o investimento captado através deste instrumento totalizou 555.843.001,98 euros, o que representa uma queda de 19,5% face a 2017.

Em termos acumulados — desde que os vistos ‘gold’ começaram a ser atribuídos, em 08 de outubro de 2012, até agosto último –, o investimento total captado ascende a 3.967.108.844,37 euros, dos quais 370.144.760,19 euros por via da transferência de capital e 3.596.964.084,18 euros pela aquisição de bens imóveis.

Desde a criação deste instrumento, que visa a captação de investimento, foram atribuídos 6.498 ARI: dois em 2012, 494 em 2013, 1.526 em 2014, 766 em 2015, 1.414 em 2016, 1.351 em 2017 e 945 em 2018.

Em termos acumulados, foram concedidos 6.141 vistos pelo requisito da aquisição de bens imóveis, 345 por transferência de capital, e 12 pela criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho.

A China lidera a lista de ARI atribuídas (3.936 até agosto), seguida do Brasil (581), África do Sul (259), Turquia (236) e Rússia (227).

As novas regras para a obtenção de vistos ‘gold’, que alargaram os critérios de investimento para cidadãos fora da União Europeia a áreas como reabilitação urbana e ciência, entre outras, entraram em vigor em 03 de setembro de 2015.

Desde 2013 foram atribuídas 11.023 autorizações de residência a familiares reagrupados: 576 em 2013, 2.395 em 2014, 1.322 em 2015, 2.344 em 2016, 2.678 em 2017 e 1.708 em 2018. (Ag.Lusa)

Facebook Comments
A visão internacional sobre a tolerância de Portugal frente à Corrupção
pt-portugal

Segundo openDemocracy, a Corrupção é generalizada e está profundamente enraizada no sistema econômico e político em todo o mundo. Mas os mecanismos de combate da corrupção, apesar de um sistema Read more

Blogue que divulgou e-mails do Benfica reabre em servidor situado no Irão
blogging

A plataforma de alojamento WordPress, retirou do ar o blogue "O Mercado de Benfica" que nos últimos meses vinha divulgando e-mails privados do Benfica. Entre outros processos judiciais mais mediáticos Read more

PJ investiga há algum tempo sobre ataque informático à PLMJ
cybersecurite2

A Polícia Judiciária está a investigar o ataque informático de que foi alvo a sociedade de advogados PLMJ, que garantiu já ter tomado medidas de proteção e contenção. Fonte da Read more

A associação Transparência e Integridade quer suspensão imediata dos Vistos Gold
vistos-gold

A associação Transparência e Integridade defendeu hoje a suspensão imediata do programa 'vistos gold', tendo em conta o risco de facilitar o branqueamento de capitais e de abrir as fronteiras Read more

Show Buttons
Hide Buttons