A Rússia já começou a bombardear alvos na Síria

A Rússia efectuou na quarta-feira os primeiros bombardeamentos aéreos na Síria. O ataque aconteceu horas depois do parlamento russo ter autorizado o Presidente Vladimir Putin a recorrer à força militar.

Horas depois do parlamento russo ter autorizado o seu presidente Vladimir Putin a recorrer à força militar, a Rússia efectuou os primeiros bombardeamentos aéreos em território Sírio. Segundo fontes norte-americanas citadas pela CNN, a aviação russa terá atingido alvos perto de Homs, no oeste do país.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos anunciou que pelo menos 27 cívis morreram, incluindo seis crianças, e dezenas ficaram feridas devido a bombardeamentos no oeste do país. No entanto, não é feita qualquer referência à aviação russa, não indicando se os ataques estão ou não relacionados.

Segundo o Diário de Notícias, Dmitri Peskov, porta-voz da presidência russa, afirma que “a utilização das Forças Armadas no território de um país terceiro só é possível com base numa resolução da ONU ou a pedido do Governo legítimo desse país” e que assim sendo “a Rússia será de facto o único país que vai actuar com uma base legítima: o pedido do presidente da Síria”.

Dmitir Peskov salientou ainda que a intervenção visa exclusivamente “a luta contra o terrorismo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.