Áustria prestes a eleger o novo presidente nacionalista de ultra-direita

As assembleias de voto abriram este domingo na Áustria pelas 07h00 horas para eleger um novo presidente onde um candidato nacionalista de ultra-direita, Norbert Hofer é favorito, contra o ambientalista Alexander Van der Bellen.

Cerca de 6,4 milhões de cidadãos maiores de 16 anos são chamados às urnas para eleger o novo chefe de estado austríaco da Segunda República, fundada em 1945.

As urnas encerram às 16h00 (hora de Lisboa) e espera-se que os primeiros resultados provisórios sejam anunciados pouco tempo depois.

Norbert Hofer, de 45 anos, candidato do eurocético Partido Liberal (FPÖ), parte em vantagem devido à clara e inesperada vitória na primeira volta, no passado 24 de abril, com 35% dos votos.

O segundo candidato é Alexander Van der Bellen, um economista de 72 anos que entre 1997 e 2008 liderou o partido ecologista e progressista Os Verdes, e que agora concorre como independente.

Tal como em Portugal, o Presidente austríaco tem poderes relativamente limitados. Na Áustria, o poder executivo está nas mãos dos governos e parlamentos central e das regiões.

No entanto, o Presidente pode, em determinadas circunstâncias, demitir o governo – coisa que Hofer já prometeu fazer se for eleito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Show Buttons
Hide Buttons