Greta Thunberg: o que se “esquecem de nos contar” sobre a manipulação dos lobbys

Segundo bastantes fontes, sobre Greta Thunberg, a sua encenação é de propaganda, manipulada pelos “Lobbys do crescimento verde”. A história ensina que a política, quando destaca as gerações muito jovens para afirmar uma verdade, se transforma em ideologias radicais.

Existem especialistas, cientistas que já disseram tudo e disseram bem sobre a inegável questão do aquecimento global.

A interpelação comunicativa da menina no Parlamento, ONU, etc. é contraproducente, porque instila a idéia de uma instrumentalização dela por adultos.

Quanto à história real, que se “esquecem” escrupulosamente de nos contar, podemos encontrá-la no site do jornal Reporterre com uma tribuna da ex-ecologista Isabelle Attard, mas também e principalmente em uma sequência de Artigos de Cory Morningstar publicados no jornal Entelekheia.

De fato, um profissional de comunicações sueco chamado Ingmar Rentzhog está por trás de toda essa encenação. De qualquer forma, foi isso que revelou a jornalista investigativa Andreas Henriksson, no blog de Rebecca Weidmo Uvell, a 11 de dezembro de 2018.

Rentzhog é co-fundador da start-up We Don’t Have Time (WDHT), ‘Não temos tempo’, criado em 2016, e ele conhece a família de Greta (seus pais são artistas de ópera famosos na Suécia) porque participaram juntos de uma conferência sobre o clima em maio de 2018.

“We Don’t Have Time” é evidentemente um mídia sueco que promove sobre as alterações climáticas, que visa também por coincidência enriquecer-se trocando… certificados de emissão de CO2.

Note-se igualmente que a lista dos membros do Conselho de Administração e dos investidores desta operação inclui vários banqueiros de investimento, O CEO da Maestro Payment Services e vários antigos funcionários da Microsoft e Al Gore

As fotos que circulado na imprensa, onde vemos Greta sentada em frente ao Parlamento sueco, é o trabalho da WDTH.

Contas do Twitter e Instagram também foram criadas para ela. A Rentzhog tem a ambição de criar uma rede social de mais de 100 milhões de membros, cujo objetivo é influenciar políticos e líderes empresariais a agir contra o aquecimento global.

Este convite para a ONU, Parlamentos… não pôde, portanto, ser recusado. Entre os acionistas da start-up, de facto, existem investidores especialistas em finanças e que não têm conexão com a ecologia.

O Conselho Consultivo da WDHT também inclui Daniela Rogosic, Assessora de Imprensa do Grupo IKEA, e o Conselho de Administração, três membros experientes do Programa de Liderança em Realidade Climática de Al Gore, ex-vice-presidente dos Estados Unidos e, o mais importante investidor em quatorze empresas ‘verdes’ que fizeram sua fortuna.

Haverá algum Controle da mente / lavagem cerebral do fenômeno Greta Thunberg?

David J Phillips também está envolvido e é um membro consultor da “We Don’t Have Time”.
Phillips afirma ter desenvolvido uma “técnica de fala” baseada na ciência do cérebro que supostamente desencadeia hormônios (principalmente oxitocina saber mais sobre Oxytocin) no cérebro do ouvinte ao ouvir um discurso realizado usando essa técnica e resultando em sentimentos artificiais de euforia e de um sentimento de vínculo social e de generosidade.

Pode-se presumir facilmente que Greta recebeu algum treinamento nessa técnica específica e a está usando nas #fridaysforfuture crianças futuras que, em comparação com os adultos, são ainda mais suscetíveis a técnicas de propaganda de mudança de humor como as desenvolvidas por Phillips.

Supostamente, será que Greta Thunberg seja gerenciada e treinada para uma programada e por algum cientista duvidoso do cérebro e/ou por uma ‘fundação’ (corporação) criada para negociar os famosos certificados de emissão de CO2 ?

Se o compromisso de Greta é provavelmente sincero, parece ser mais o resultado da manipulação do que a consciência espontânea, como somos levados a acreditar. Podemos imaginar a reação da mídia se qualquer outro movimento político se divertisse em encenar, da mesma maneira, crianças para sua promoção.

Saindo deste contexto, podemos questionar-nos : Será necessário manipular crianças para que hája “razão de causas”?

No mesmo dia em que Greta Thunberg fez um discurso apaixonado à ONU sobre seus medos de uma emergência climática, cerca de 500 cientistas enviaram uma carta registrada ao Secretário-Geral da ONU afirmando que não há emergência climática…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.