• Ter. Jul 5th, 2022

O fim do eldorado no Luxemburgo

Luxemburgo

video – Uma reportagem divulgada no final de Novembro, pela RTP1 e filmada no Luxemburgo, mostra com testemunhos, como a situação tornou-se difícil para o Português que vai à procura de trabalho para o Luxemburgo. Intrevistado, Xavier Bettel repete mais uma vez: “Este pais não é o Eldorado.”

“Não é o Eldorado. Indo com a idéia de encontrar trabalho, o dinheiro, o que comer, etc… não! Antes de tomar a decisão de sair, você tem que saber se você vai ter uma vida melhor ou não “, insiste o primeiro-ministro do Luxemburgo, e faz um apelo aos futuros emigrantes de refletir entre a promessa que pode ser tentadora no que diz respeito aos salários e os custos de vida no Luxemburgo, que nem sempre está incluída nos cálculos.

É esta situação que retrata a história, as filmagens em uma vida de familia de imigrantes portugueses. Estes quartos são oferecidos temporariamente pelo Ministério da Família com uma renda preferencial, dando prova de um trabalho, por vezes, quartos habitados varios anos pelas mesmas pessoas, pais de famílias que vivem aqui sozinhos para apoiar as suas famílias em portugal. Quando chegam ao Luxemburgo, eles não têm idéia dos preços exorbitantes que podem ser alugados um pequeno quarto.

“Um Português que veio aqui há 15 anos com o desejo de encontrar de trabalho… Para os recém-chegados, a situação é realmente difícil “, sublinha o diretor da ADEM, Isabelle Schlesser.

Um terço dos desempregados inscritos no Luxemburgo são portugueses

Em 2008, 82855 pessoas foram registradas no consulado Português, mais de 103000 em 2013.

O primeiro semestre de 2014, 6068 Portuguêses tinham perdido os seus empregos, um terço dos desempregados registados no Luxemburgo.

Portuguêses filmados no “foyer”, nenhum deles regressou ao país. Não há oferta de emprego no seu sector em Portugal. A reportagem relata as histórias de pessoas que, por vezes, desmoralizadas, incluindo o homem que se formou em química e com falta de emprego em Portugal, veio para aqui… para finalmente se tornar técnico de superfície (limpeza).

A reportagem relata também o caminho de um motorista de táxi que ele teve de insistir várias vezes com agências de emprego temporário para finalmente conseguir trabalho.

A primeira perda de emprego é um choque para algums, ficam desempregado aqui, e não se conseguem mais alevantar. Outros fazem cálculos a curto prazo, considerando-se mais “rentável” numa situação de desempregados do que trabalhar.
[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=89bPeIHiDy0[/youtube]

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Nestlé Portugal e parceiros prometem 8 mil estágios nos próximos três anos
Nestlé

A Nestlé anunciou um novo programa de combate ao desemprego jovem na Europa, que será desenvolvido com os seus parceiros de negócio e que em Portugal promete a criação de Read more

Residentes no estrangeiro: só quatro vacinas aceites como prova para emigrantes entrarem em Portugal
vacinas-covid

Os portugueses residentes no estrangeiro que queiram entrar em Portugal apresentando prova de vacinação contra a covid-19, apenas o poderão fazer se tiverem recebido uma das quatro vacinas aprovadas pela Read more

Dúvidas e inseguranças travam viagens a casa de portugueses a viver na Alemanha
emigrantes-covid19

As dúvidas e a incerteza sobre a evolução da pandemia de covid-19 já levaram muitos portugueses a viver na Alemanha a cancelar as viagens, de carro ou avião, para visitar Read more

90 mil portugueses emigraram em 2017
emigrantes

Cerca de 90 mil portugueses emigraram em 2017, menos 10 mil do que em 2016, com o Reino Unido a manter-se o principal destino, segundo o Relatório de Emigração divulgado. Read more

Show Buttons
Hide Buttons