Putin diz que não entregará Snowden aos EUA

(Atualização 25-03-2020) EUA dizem a Putin que há base legal para expulsar Snowden e Putin diz que não entregará Snowden aos EUA porque o jovem de 30 anos não cometeu ali nenhum crime.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, confirmou que o ex-expião americano Edward Snowden encontra-se na zona de trânsito do aeroporto de Moscovo, não chegando a pisar solo russo.

“Snowden é um homem livre. Mas quanto mais depressa escolher o seu destino final, melhor para nós e para ele”, declarou Vladimir Putin numa conferência de imprensa durante uma visita oficial à Finlândia, garantindo que o jovem de 30 anos não cometeu ali nenhum crime.

Segundo o presidente russo, não há um acordo bilateral de extradição, pelo que o país não entregará Snowden aos EUA. Putin negou ainda o envolvimento da Rússia no caso, garantindo que as autoridades locais não estão a colaborar com o ex-expião americano.

“Esperamos que este incidente inesperado não venha a afetar a natureza cordial das nossas relações com os EUA”, acrescentou.

Já o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, sublinhou que apesar de não existir um acordo de extradição entre os dois países, a Rússia deverá agir de acordo com as comuns práticas legais, uma vez que se trata de um fugitivo que está em causa.

“Nós simplesmente apelamos à calma e à razão. Esperamos que a Rússia não esteja do lado de um indivíduo que foge à Justiça”, apelou.

O ex-analista da CIA e consultor externo da NSA (Agência Nacional de Segurança) desembarcou em Moscovo, depois de partir de Hong Kong, onde se refugiou após de ter sido acusado de espionagem pelos EUA. (Expresso & AFP)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Show Buttons
Hide Buttons