• Sáb. Nov 27th, 2021

Rússia diz que a “democracia dos EUA anda à deriva”

eleicoes-EUA

“O Partido Republicano que perdeu tem razões mais do que suficientes para acusar os vencedores de falsificações”.

O presidente da Comissão de Negócios Estrangeiros do Senado russo disse que a democracia norte-americana anda à deriva numa alusão direta aos problemas provocado pela invasão do Capitólio por apoiantes de Donald Trump.

O partido que perdeu (Partido Republicano) tem razões mais do que suficientes para acusar os vencedores de falsificações. É evidente que a democracia americana ‘anda de um lado para o outro'”, disse hoje KonstantinKosatchev, em Moscovo.

O presidente da Comissão de Negócios Estrangeiros do Senado da Rússia referia-se à invasão do Capitólio, na quarta-feira, em Washington, por apoiantes do presidente cessante dos Estados Unidos, Donald Trump.

Pelo menos quatro pessoas morreram na invasão do Capitólio, em Washington, anunciou hoje a polícia da capital dos Estados Unidos.

Além de 14 polícias feridos, dois deles em estado grave, foram efetuadas mais de meia centena de detenções.

A presidente da Câmara de Washington, Muriel Bowser, prolongou o estado de emergência pública na capital por mais 15 dias, até depois da tomada de posse do Presidente eleito, Joe Biden, agendada para 20 de janeiro.

Quatro horas após o início dos incidentes, as autoridades declararam que o edifício do Capitólio estava em segurança.

A sessão de ratificação dos votos das eleições presidenciais dos EUA foi interrompida devido aos distúrbios provocados pelos manifestantes pró-Trump no Capitólio, e as autoridades de Washington decretaram o recolher obrigatório entre as 18:00 e as 06:00 locais (entre as 23:00 e as 11:00 em Lisboa).

O debate no Senado foi retomado pelas 20:00 (01:00 de hoje em Lisboa).

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou que os violentos protestos ocorridos no Capitólio foram “um ataque sem precedentes à democracia” do país e instou Donald Trump a pôr fim à violência.

Pouco depois, Trump pediu aos apoiantes e manifestantes que invadiram o Capitólio para irem “para casa pacificamente”, mas repetindo a mensagem de que as eleições presidenciais foram fraudulentas. (Ag.Lusa)

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Presidente dos Estados Unidos diz que ciberataques russos poderão desencadear “conflito armado”
Joe-Biden

Joe Biden, presidente (EUA), acusou a Rússia de tentar interferir nas eleições intercalares de 2022, disseminando "desinformação", e considerou que os ciberataques poderão, um dia, desencadear "um verdadeiro conflito armado". Read more

Partido CDS vê partilha de dados com Rússia como “ato de terrorismo político”
cds-Francisco-Rodrigues-Santos

O presidente do CDS-PP sustentou que a partilha de dados de três ativistas anti-Putin residentes em Portugal entre a Câmara de Lisboa e as autoridades russas "representa um ato de Read more

Vladimir Putin e Joe Biden combinam cimeira EUA/Rússia para “construir relação estável”
Vladimir-Putin-Joe-Biden-14-04-2021

Convite a pedido do Presidente dos EUA, que disse desejar "construir uma relação estável e previsível com a Rússia, de acordo com os interesses americanos". Os Presidentes dos EUA e Read more

A União Europeia condena detenção de opositor russo e exige libertação
ursula-von-der-leyen

Ursula von der Leyen critica a detenção do opositor russo Alexei Navalny e exige a sua libertação imediata e "a sua segurança" bem como uma investigação ao seu envenenamento. A Read more

Show Buttons
Hide Buttons