Em Portugal o Povo já Não Acredita nos partidos Politicos

Eu precisava desabafar, e dar a minha opinião sobre os meus sentimentos, pensamento e tristeza em vêr o nosso Portugal sofrer de tanta desgovernação e tanta injustiça.

Cheguei a ser um grande militante de um partido de Esquerda, com convicções e muito altruismo para o bem de todos, sempre pelas ideias de construir um mundo mais justo e seguidas com ações no terreno;
Nunca pensei num só minuto, em ter beneficios ou aproveitar oportunidades de carreira, sempre militei para o bem de todos, como também para o meu bem como individuo, e sem nada em troca.

Apercebi-me que a grande parte dos militantes desse partido, não era por convicção altruista, mas sim por interesses unicamente individuais : ter uma carreira, ganhar bastante dinheiro, muita hipocrisia… e pouco importava se as leis eram boas ou más, bastava arranjar uns amigos influentes dentro do partido, para poderem fazer o que bem eles queriam.

Por essas razões, saí do partido e tornei-me Apartidário!
Sou contra todos os Extremismos, como também contra todas as Ditaduras, como também contra o Facismo de Esquerda, como também contra o Facismo de Direita, como também contra a “Corrupção dos Partidos Politicos”.

Inflizmente, o nosso país tem sido o “alvo de muito desprezo e de muita Corrupção da parte dos nossos Governos sucessivos”.

O Povo já Não Acredita nos Partidos Politicos! Os Portugueses não se sentem representados por políticos em exercício.

A Democracia em Portugal está em perigo!

O PS venceu sem maioria absoluta as eleições parlamentares, com 36,34% dos 48% de eleitores que votaram, ou seja, 108 deputados eleitos, quando todos os mandatos foram concedidos, incluindo os quatro círculos eleitorais da Europa e fora da Europa.

Na realidade, a porcentagem de votos que o PS teve, foi metade do que aparece, o PS teve apenas 18% dos eleitores que votaram e o PSD 12% e o restante também a dividir por 2.

Uma democracia que está em perigo, seguindo estes resultados, “nenhum referendo” foi proposto pelo Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa.

Definições universais do Referendo: O objetivo de um referendo é legitimar uma decisão política, consultando as pessoas envolvidas. Um processo de democracia semi-direta que permite aos cidadãos expressar sua própria escolha política.

A abstenção final das eleições legislativas foi de quase 52,00%, um valor recorde. O resultado foi conhecido após terminar a contagem dos votos dos emigrantes.

A Corrupção em Portugal tem sido o prato do dia dos portugueses:
Bancos falidos, Justiça que não funciona, os Portugueses PASSAM FOME, Promiscuidade no governo na ocupação de cargos públicos, Grandes casos de Corrupção nos partidos politicos (com os amigos dos mesmos) e ninguém vai preso…

Não há médicos, Há menos consultas e cirurgias, Não há enfermeiros, Não há socorro no INEM, Desviaram ajudas dos incendios, Serviços públicos agonizam, Dívida Pública aumenta (com uma quarta bacarrota à vista), Preços dos combustivéis aumentaram, Tancos, etc. etc. a lista é muito longa…

O Partido Socialista levou o país três vezes à bancarrota :
1977, Governo PS, intervenção do FMI.
1983, Governo PS, intervenção do FMI.
2011, Governo PS, intervenção do FMI.
Quarta Bancarrota à vista…

Agora, outra realidade, o BE e CDU são considerados na Europa como partidos de Extrema Esquerda, e não vamos falar no PS, porque senão a lista seria longa…
Grandes casos de alta corrupção, tais como a Operação Marquês, Tancos, etc. etc. e ninguém vai preso.

Quanto à CDU (comunistas), a União Europeia colocou os partidos Comunistas e Nazismo em pé de igualdade, depois de o Parlamento Europeu ter aprovado em setembro uma resolução que condena os dois regimes ditatoriais.

Bem entendido, existem pessoas honestas em todos os partidos, que sejam de Esquerda como de Direita, mas são poucos.

Uma sociedade que não reconhece que cada indivíduo tem os seus valores, os quais tem o direito de seguir, não pode ter respeito pela dignidade do indivíduo nem pode verdadeiramente apreciar a Liberdade.

Estou convicto, que quando os 6 milhões de portugueses que Não Votaram nas Eleições legislativas acordarem, e que tudo esteje na mesma, os partidos tradicionais : PS, BE, PCP, PSD… serão esquecidos durante décadas por tudo o que fizeram ao Povo português!

Sou Apartidário, mas sou humano com os meus sentimentos. Ser Apartidário não siginifica ser ignorante ou estar nas tintas, isto quer dizer que quando certos Partidos Politicos, nos têm feito tanto mal, o Apartidário não pode estar calado e dizer Amén!

Se fosse a escolher, atualmente não votava em nenhum partido de Esquerda em Portugal, votava nas pessoas Honestas e limpas de toda a corrupção, como por exemplo, no Iniciativa Liberal (direita) ou no Chega (direita).
(J.Real)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.