• Ter. Out 27th, 2020

André Ventura considera “absurdo” que seja Costa e Silva a preparar programa de recuperação

O presidente do Chega considerou hoje “absurdo” que o primeiro-ministro tenha escolhido o gestor da petrolífera Partex António Costa e Silva para “coordenar a preparação do Programa de Recuperação Económica”, quando esse deveria “ser o cerne do trabalho governamental”.

“A escolha de António Costa Silva para conselheiro governamental é, no mínimo, caricata: o maior Governo da história de Portugal não tem gente competente para preparar um programa de recuperação económica? Temos de ir buscar fora do Governo?
Que estão lá a fazer então os ministros da Economia e das Finanças?”, questiona André Ventura, numa nota enviada à agência Lusa.

Para o deputado único, “trazer um alegado especialista de fora da área pública para preparar aquilo que deveria ser o cerne do trabalho governamental (a recuperação económica e orçamental nos próximos meses) é absurdo”.

Apesar de assinalar que esta não foi a primeira vez que o primeiro-ministro, António Costa, “chama conselheiros para ajudar em processos complexos (como na TAP)”, o líder demissionário do Chega considera que esta escolha também demonstra que Portugal não precisa “de um Governo desta dimensão e com este custo para os contribuintes”.

O primeiro-ministro confirmou, no domingo, que convidou o gestor da petrolífera Partex António Costa e Silva para “coordenar a preparação do Programa de Recuperação Económica”, trabalho que deverá estar concluído até à aprovação do Orçamento Suplementar, decorrente da pandemia de Covid-19.

“O professor António Costa e Silva foi convidado pelo primeiro-ministro para coordenar a preparação do Programa de Recuperação Económica”, referiu o gabinete de António Costa, numa nota enviada à Lusa.

De acordo com a mesma nota, o convite foi aceite “como contributo cívico e ‘pro bono’” e o gestor tem estado a trabalhar nessa missão nas últimas semanas, “enquanto os membros do Governo estão concentrados, nesta fase, no Programa de Estabilização Económica e Social e no Orçamento Suplementar”.

“O objetivo é este trabalho preparatório estar concluído quando o Governo aprovar o Orçamento Suplementar”, altura em que o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, assumirá “a direção da elaboração do Programa de Recuperação”, acrescenta o gabinete de António Costa.

O semanário Expresso noticiou no sábado que o primeiro-ministro tinha convidado o gestor da petrolífera Partex António Costa Silva para negociar o plano de retoma da economia com ministros, e que participaria igualmente em reuniões com parceiros sociais e partidos políticos. (Ag.Lusa)

Facebook Comments
André Ventura RESPONDE a jornalistas de esquerda

"Tudo o que acontece em Portugal é racismo, os portugueses são racistas, os bombeiros são racistas, todos somos racistas, o que vai acontecer, se o sr. Rui Rio não quizer Read more

Novo Banco : Maioria dos partidos admite inquérito parlamentar

A maioria dos parlamentares admite a criação de uma comissão de inquérito aos negócios do Novo Banco mas aguarda conhecer os resultados da auditoria, enquanto o partido "Chega" já deu Read more

Líder de corrente conservadora no CDS deixa partido e adere ao Chega

O militante do CDS-PP Pedro Borges de Lemos, da corrente não formalizada "CDS XXI", anunciou que se desfiliou do partido, com críticas à direção, e manifestou-se disponível para aderir ao Read more

André Ventura manifestou para dizer: “Portugal não é um país racista”

O partido Chega promoveu no domingo uma manifestação em Lisboa para dizer que “Portugal não é racista” e tentar afastar “esse fantasma” que assola o país sempre que algo de Read more

Show Buttons
Hide Buttons