• Seg. Fev 26th, 2024

Coordenação dos incêndios “está a falhar incêndios após incêndio”

Share This !

A coordenação operacional “está a falhar muitíssimo, não é de agora, incêndio após incêndio”, criticou a presidente do CDS-PP, anunciando que vai visitar Abrantes e Mação na segunda-feira.

Em declarações aos jornalistas na freguesia lisboeta da Ajuda, onde realizou esta manhã uma ação de pré-campanha para as eleições autárquicas de 1 de outubro, a que se candidata, Assunção Cristas frisou que “as condições meteorológicas não foram piores do que noutros anos” e “o número de ignições não foi pior, pelo contrário, foi inferior a outros anos”.

Porém, “a área ardida e a dimensão dos incêndios é muito maior”, assinalou. “Isto sugere… eu não quero ser precipitada, mas sugere uma grande descoordenação operacional no terreno”, avaliou, adiantando que, na segunda-feira, vai deslocar-se a Abrantes e Mação, iniciativa que alargará a outras zonas afetadas por incêndios, nomeadamente Pedrógão Grande, Fundão e Covilhã.

“Por outro lado, a parte da sensibilização não parece que tenha tido a necessária ação por parte do Governo”, criticou, recordando que sugeriu ao primeiro-ministro “que fizesse uma campanha forte, para evitar comportamentos negligentes”.

Porém, o Executivo designou “apenas” uma porta-voz para a comunicação sobre os incêndios, não tendo retirado “as consequências do que se passou em Pedrógão Grande”, incêndio que causou 64 mortos e mais de 200 feridos.

As ignições de fogos, sejam negligentes, “na sua maioria”, ou intencionais, “têm uma fortíssima componente humana”, recordou.

“Quando acontece o incêndio, tem de haver uma grande eficácia no combate e na coordenação e, este ano, o que nós vemos é um falhanço imenso na coordenação operacional no combate”, sentenciou.

Entretanto, de acordo com o último balanço da Autoridade Nacional de Proteção Civil, divulgado hoje de manhã, os dois incêndios que lavraram nos últimos dias na zona de Oleiros, distrito de Castelo Branco, já estão dominados. (Ag.Lusa>

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Passos Coelho critica a troika

Pedro Passos Coelho insurgiu-se contra a manifestação pública de divergências entre as instituições da troika (FMI, Comissão Europeia e Banco Central Europeu). Falando à margem de uma visita à Feira Read more

Falta de condições para pagar subsídios

O primeiro-ministro disse hoje que os subsídios de férias as trabalhadores da Função Pública não vão ser pagos este mês porque "não há ainda condições para que [esse pagamento] pudesse Read more

Fim do euro seria um erro dramático sublinhou Cavaco Silva

O Presidente da República, Cavaco Silva, defende numa entrevista ao programa da SIC Notícias "Europa XXI", emitido hoje, confiar "muito na sobrevivência do euro" e considerou que seria "um erro Read more

Durão Barroso não fez nada na Comissão Europeia diz Ministra francesa

A Ministra do Comércio Externo francês, Nicole Bricq, considera que José Manuel Durão Barroso "não fez nada durante o mandato", na polémica das últimas semanas entre Paris e o presidente Read more

Paulo Portas apresenta demissão do Governo

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, apresentou hoje o seu pedido de demissão ao primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho. A decisão "é irrevogável", adianta o ministro de Read more

Governo de coalizão anuncia acordo para sair da crise

O primeiro-ministro português Pedro Passos Coelho conseguiu, nesta sexta-feira, um acordo com seu sócio de coalizão e ministro das Relações exteriores demissionário, Paulo Portas, cujos detalhes serão revelados mais tarde, Read more

Show Buttons
Hide Buttons