• Ter. Dez 6th, 2022

Décadas de Socialismo desperdiçaram muito potencial, diz Nuno Barata

nuno-barata-IL
Share This !

O deputado da IL no parlamento dos Açores, Nuno Barata, considerou que “décadas de socialismo desperdiçaram muito potencial dos Açores e dos açorianos“, num modelo que, acredita, “está a colapsar”.

“Décadas de socialismo colocaram os Açores e os açorianos numa espiral de dependência estatal que parece inescapável. É o próprio socialismo que destrói as condições de criação de oportunidades”.

“O socialismo cria o mercado para a sua própria droga. O uso continuado de socialismo enfraqueceu a economia, a sociedade civil e até as instituições políticas”, declarou Barata, falando no hemiciclo regional no terceiro e último dia de debate do Programa de Governo dos Açores.

O liberal lembrou alguns dos desígnios do partido na última campanha eleitoral, valorizando que tais “eixos programáticos estão plasmados” no texto do executivo formado por PSD, CDS e PPM.

Uma “sociedade civil saudável e uma economia livre, onde a cor política não é vantagem ou obstáculo”, são medidas destacadas pela Iniciativa Liberal, que também destaca o “choque fiscal” que se fará sentir nos Açores.

“Viemos para libertar os Açores e os açorianos da asfixia de 24 anos de poder monopartidário e de políticas repetitivas e estatistas que têm trazido os Açores aos piores lugares nos ‘rankings’ europeus da pobreza, do desemprego, do rendimento médio das famílias, da educação e até da assistência na doença”, declarou ainda Nuno Barata.

O PS perdeu em outubro, nas legislativas regionais, a maioria absoluta que detinha nos Açores há 20 anos, elegendo 25 deputados.

PSD, CDS-PP e PPM, que juntos representam 26 deputados, assinaram um acordo de governação. A coligação assinou ainda um acordo de incidência parlamentar com o Chega e o PSD um acordo de incidência parlamentar com o Iniciativa Liberal (IL), somando assim o número suficiente de deputados para atingir uma maioria absoluta (29).

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Passos Coelho critica a troika
Pedro Passos Coelho

Pedro Passos Coelho insurgiu-se contra a manifestação pública de divergências entre as instituições da troika (FMI, Comissão Europeia e Banco Central Europeu). Falando à margem de uma visita à Feira Read more

Falta de condições para pagar subsídios
passos coelho subsidios

O primeiro-ministro disse hoje que os subsídios de férias as trabalhadores da Função Pública não vão ser pagos este mês porque "não há ainda condições para que [esse pagamento] pudesse Read more

Fim do euro seria um erro dramático sublinhou Cavaco Silva
CAVACO SILVA

O Presidente da República, Cavaco Silva, defende numa entrevista ao programa da SIC Notícias "Europa XXI", emitido hoje, confiar "muito na sobrevivência do euro" e considerou que seria "um erro Read more

Durão Barroso não fez nada na Comissão Europeia diz Ministra francesa
Durão Barroso

A Ministra do Comércio Externo francês, Nicole Bricq, considera que José Manuel Durão Barroso "não fez nada durante o mandato", na polémica das últimas semanas entre Paris e o presidente Read more

Paulo Portas apresenta demissão do Governo
Paulo Portas

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, apresentou hoje o seu pedido de demissão ao primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho. A decisão "é irrevogável", adianta o ministro de Read more

Governo de coalizão anuncia acordo para sair da crise
Governo de coalizão

O primeiro-ministro português Pedro Passos Coelho conseguiu, nesta sexta-feira, um acordo com seu sócio de coalizão e ministro das Relações exteriores demissionário, Paulo Portas, cujos detalhes serão revelados mais tarde, Read more