• Sáb. Dez 4th, 2021

Iniciativa Liberal questiona Governo sobre estudo acerca de discurso de ódio online

IL-Cotrim-de-Figueiredo

IL questionou o Governo socialista sobre um estudo anunciado pelo executivo de caracterização do discurso de ódio, nomeadamente nas redes sociais, apontando que nunca foi explicitado o seu âmbito nem a utilização a dar às eventuais conclusões.

Numa pergunta dirigida à ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, o deputado único da IL escreve que “o recente debate público em torno da Carta Portuguesa dos Direitos Humanos na Era Digital veio demonstrar a importância da necessidade de escrutinar minuciosamente todas as iniciativas que respeitem à liberdade de expressão“.

“Quer o Governo, quer o Partido Socialista que o apoia, já demonstraram que não consideram preocupantes as intromissões de poderes públicos na expressão de opinião por parte dos cidadãos. Recorrem à existência de problemas potenciais com o abuso de liberdade de expressão para justificar a introdução de mecanismos de controle de discurso que constituem problemas reais de limitação a essa mesma liberdade”, lê-se na exposição de motivos.

João Cotrim de Figueiredo aponta que, “ao longo de mais de um ano e meio”, a IL tem vindo a questionar a ministra sobre “o alcance prático da intenção, inscrita no Programa de Governo, de ‘reforçar os mecanismos de prevenção e de repressão do discurso de ódio, designadamente nas redes sociais'”.

“Inicialmente, o Governo tentou desvalorizar essa matéria e só mais tarde, após várias insistências, reconheceu que tencionava adjudicar um estudo para caracterização do fenómeno, sem nunca explicitar qual o âmbito do mesmo nem qual a utilização a dar às respetivas conclusões. Mais não se sabe, nem se esse estudo já foi iniciado”, escreve.

Neste contexto, os liberais pretendem saber se o estudo em causa já se encontra adjudicado, a que entidade, qual o prazo de realização previsto e qual o “âmbito exato desse estudo”.

Para além disso, Cotrim de Figueiredo quer saber “qual o caderno de encargos a que esse estudo ficará sujeito”, “quais os critérios de seleção da entidade adjudicatária”, quais os valores de adjudicação e ainda, qual a utilização que será dada às conclusões e se o executivo está “disponível para partilhar as conclusões do estudo com a Assembleia da República logo que as mesmas sejam conhecidas”.

A Carta de Direitos Fundamentais na Era Digital, que entra em vigor em julho, tem 21 artigos, e garante direitos como o “direito ao esquecimento”, o direito à protecção contra geolocalização abusiva ou ainda o direito de reunião, manifestação, associação e participação em ambiente digital.

Segundo noticiou o Público, a 31 de maio, os artigos criticados pela IL são os que prevêem que o Estado “apoia a criação de estruturas de verificação de factos por órgãos de comunicação social devidamente registados e incentiva a atribuição de selos de qualidade por entidades fidedignas dotadas do estatuto de utilidade pública”.

Para o deputado único da IL, Cotrim Figueiredo, é “inaceitável ser o Estado a dotar de selos de qualidade estruturas de verificação de factos”.

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Iniciativa Liberal leva “liberdade de expressão” online a debate em plenário
IL-Joao-Cotrim-Figueiredo

O parlamento debate na terça-feira um projeto-lei do partido Iniciativa Liberal (IL) que pretende revogar o polémico artigo 6.º da Carta Portuguesa de Direitos Humanos na Era Digital, pretendendo o Read more

Iniciativa Liberal responsabilizam Costa pela “gestão calamitosa da vacinação”
Iniciativa-Liberal

O partido Iniciativa Liberal diz que a "gestão calamitosa do plano de vacinação" contra a covid-19 está a "minar a confiança dos portugueses no combate à pandemia". A Iniciativa Liberal Read more

Iniciativa Liberal: “Queremos que os mais afetados pelas restrições tenham cobertura”
iniciativa-liberal-joao_cotrim

O líder e deputado do Iniciativa Liberal, João Cotrim de Figueiredo, defendeu, à saída de Belém que os negócios mais afetados pelas medidas de combate à pandemia devem ter "cobertura" Read more

Iniciativa Liberal ataca Antonio Costa por culpar portugueses por agravamento da epidemia
IL-João-Cotrim-Figueiredo

João Cotrim Figueiredo, deputado da Iniciativa Liberal (IL), criticou o "irritado primeiro-ministro" por ter "culpado os portugueses" pelo agravamento da epidemia de covid-19, mas apontou essa "culpa ao Governo e Read more

Show Buttons
Hide Buttons