• Qua. Jan 27th, 2021

Líder do PSD diz que Van Dunem está em colocar em causa dignidade política

rui-rio

O empenho do Governo em defender o procurador José Guerra é maior do que o da própria ministra em defender a sua dignidade no exercício do cargo. Dá muito que pensar”, considera Rui Rio

O presidente do PSD, Rui Rio, considera estranho o empenho do Governo em defender o procurador José Guerra e diz que parece ser maior do que o empenho da ministra da Justiça “em defender a sua dignidade no exercício do cargo”.

A sexta publicação do líder social-democrata na rede social Twitter sobre este tema desde quinta-feira foi feita poucos minutos depois de uma entrevista da ministra da Justiça à RTP, na qual Francisca Van Dunem defendeu que tem condições para continuar no Governo depois da polémica em torno da nomeação do procurador europeu, considerando que foi feito um “empolamento profundamente injusto” de uma situação “rigorosamente transparente”.

“Pelos vistos, o empenho do Governo socialista em defender o procurador José Guerra é maior do que o da própria ministra em defender a sua dignidade no exercício do cargo. Dá muito que pensar”, considera Rio.

Na sua publicação, o líder social-democrata não se refere em concreto à entrevista e partilha uma notícia do semanário Expresso, segundo a qual existe outra incorreção na informação enviada à União Europeia sobre José Guerra.

Meetic

De acordo com o Expresso online, o Ministério da Justiça diz que procurador José Guerra “assegurou a direção da investigação do processo relativo à Junta Autónoma de Estradas” quando, na verdade, fez parte de uma equipa com vários magistrados que era dirigida por Daniel Sanches.

Na entrevista à RTP, questionada sobre as críticas e dúvidas levantadas pelos partidos políticos, que fizeram uma avaliação do caso distinta daquela que a ministra hoje defendeu, Francisca Van Dunem declarou-se “ansiosa” por prestar esclarecimentos do parlamento e, apesar de frisar que o seu lugar está sempre à disposição do primeiro-ministro, considerou ter condições para se manter no cargo.

“Do meu ponto de vista mantêm-se essas condições, mais do que isso, aquilo que se trata é de um empolamento profundamente injusto de uma situação que é rigorosamente transparente. Nós temos as instituições nacionais que tomaram uma decisão, o Governo respeitou essa decisão. O Governo poderia ter nomeado quem quisesse”, afirmou. (Ag.Lusa)

Facebook Comments
Novo Banco: partido PSD quer ouvir no parlamento João Leão, Centeno e Lagarde
rui-rio

O PSD entregou uma lista de 76 entidades que quer ouvir no parlamento sobre o Novo Banco, entre elas o ministro das Finanças, João Leão, o ex-ministro Mário Centeno e Read more

Rui Rio: “É surrealista termos de cumprir um contrato que não conhecemos”
Rui-Rio-18-12-2020

O partido PSD vai avançar com projeto-lei para conhecer contratos públicos onde o Estado seja chamado a pagar. "O contrato de venda do Novo Banco é secreto", diz Rui Rio, Read more

“Antonio Costa, PS e BE estão de cabeça perdida e a mentir aos portugueses”
rui_rio_partido_psd

Rui Rio reagiu, na segunda-feira, à coligação entre o PSD e o Chega nos Açores. O líder do PSD apontou o dedo, esta segunda-feira, ao primeiro-ministro, ao Partido Socialista e Read more

O líder do PSD alerta para “risco tremendo de corrupção” na gestão dos fundos europeus
psd-rui-rio

O partido PSD, defendeu a importância de uma "aplicação honesta dos fundos europeus", alertando que a gestão de "muito dinheiro em pouco tempo" implica um "risco tremendo em matéria de Read more

Show Buttons
Hide Buttons