• Sex. Set 24th, 2021

“Os negacionistas esbarraram numa população que acredita nas vacinas”

Miguel-Sousa-Tavares

O escritor Miguel Sousa Tavares realçou o sucesso do plano de vacinação em Portugal.

Miguel Sousa Tavares analisou, no seu espaço de comentário habitual na TVI24, do plano de vacinação português, depois de o site ‘Our World in Data’ ter revelado que o nosso país é dos que tem a maior percentagem da população totalmente inoculada.

Para o comentador, o sucesso do plano deve-se a vários fatores. Alguns dos quais com várias décadas.

“Isto não aconteceu por acaso. É o resultado de uma estrutura de tradição que nós temos a funcionar em pleno há mais de 35 anos. Começou com a doenças como a poliomielite. Deve-se muito ao esforço de entidades como a Fundação Gulbenkian, que na altura financiou esse programa, à Direção-Geral da Saúde (DGS), que tem um historial de vacinação”.

“Portugal é um país que sempre vacinou muito“, começou por salientar.

Além disso, defendeu Sousa Tavares, “a população sempre acreditou nas vacinas e, portanto, o processo da Covid-19 não encontrou um país despreparado para isso. Encontrou matéria fértil”, recordando que, “felizmente, nós não temos mais do que 2 ou 3% de negacionistas em Portugal”.

A mensagem dos negacionistas esbarrou contra uma população que, de facto, acredita nas vacinas, acredita na ciência e não na estupidez, ao contrário dos negacionistas, e encontrou na figura do vice-almirante e nas pessoas do Serviço Nacional da Saúde (SNS), que passaram o verão a trabalhar para levar avante este processo, entidades capazes de fazer com que, neste momento, nós sejamos o 10.º país do mundo com a vacinação completa e, se descontarmos pequenos países e pequenas ilhas, o 4.º entre os grandes países do mundo com o processo de vacinação completa”, vincou.

Antes de concluir o comentário ao tema, o também jornalista fez questão de parabenizar o trabalho das autoridades de saúde e da Task Force neste processo.

“Se pensarmos como isto tudo arrancou mal, com aqueles grupos corporativos a tentarem meter-se à frente e as batotas todas, é fantástico o esforço que foi feito desde então. Estamos todos de parabéns porque, por uma vez, houve um programa que foi planeado por um período e está a chegar ao fim”, terminou. (Ag.Lusa)

Facebook Comments
Residentes no estrangeiro: só quatro vacinas aceites como prova para emigrantes entrarem em Portugal
vacinas-covid

Os portugueses residentes no estrangeiro que queiram entrar em Portugal apresentando prova de vacinação contra a covid-19, apenas o poderão fazer se tiverem recebido uma das quatro vacinas aprovadas pela Read more

Ordem dos Médicos defende idade como critério principal de vacinação contra a covid-19
Miguel-Guimaraes-Ordem-dos-medicos

Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos (OM),  reiterou a necessidade de uma simplificação do plano nacional de vacinação contra a covid-19 e defendeu que a idade deve ser o Read more

Presidente da República, promulgou diploma que reforça prevenção do branqueamento de capitais
marcelo-r-s

Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou a transposição de uma diretiva europeia que reforça os mecanismos de prevenção do branqueamento de capitais, segundo uma nota publicada no "site da Presidência". "O Read more

Iniciativa Liberal leva “liberdade de expressão” online a debate em plenário
IL-Joao-Cotrim-Figueiredo

O parlamento debate na terça-feira um projeto-lei do partido Iniciativa Liberal (IL) que pretende revogar o polémico artigo 6.º da Carta Portuguesa de Direitos Humanos na Era Digital, pretendendo o Read more

Show Buttons
Hide Buttons