• Seg. Jan 24th, 2022

Passos Coelho diz que o programa do Syriza é dificilmente conciliável

ByTeam

Jan 26, 2015 ,
Pedro Passos Coelho

O primeiro-ministro português considerou hoje que o programa do Syriza é dificilmente conciliável com as regras europeias, mas disse esperar que o novo Governo grego as cumpra e possa manter-se na zona euro e na União Europeia.

Em declarações aos jornalistas, na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, Pedro Passos Coelho apelidou de “conto de crianças” a ideia de que “é possível um que um país, por exemplo, não queira assumir os seus compromissos, não pagar as suas dívidas, querer aumentar os salários, baixar os impostos e ainda ter a obrigação de, nos seus parceiros, garantir o financiamento sem contrapartidas”.

“É sabido que o programa do partido que ganhou as eleições é difícil de ser conciliado com aquilo que são as regras europeias. O meu desejo é que seja possível conciliar, porque nós reconhecemos o enorme esforço que os gregos fizeram e esperamos que a Grécia se possa manter como um parceiro europeu da mesma moeda e da União Europeia. É esse o meu voto sincero”, acrescentou o chefe do executivo PSD/CDS-PP. (Ag.Lusa)


Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Marcelo e Procuradora-geral da República promete atuação empenhada para “prevenir fraude com fundos europeus”
fundos-europeus

O Presidente da República pediu a criação de mecanismos de prevenção da fraude e da corrupção e um consenso alargado na gestão dos fundos europeus, afirmando que seria intolerável um Read more

Meetic

União Europeia valida os primeiros planos nacionais de recuperação em Lisboa e Madrid
Ursula-von-der-Leyen-

Bazuca: os primeiros planos de estímulo (fundos europeus) para os países do sul. A Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, está em Lisboa e depois em Madrid para Read more

Portugal é o terceiro da UE com maior percentagem de trabalhadores acima dos 64 anos
portugal-trabalhadores-acima-64-anos

Portugal 3.º país da União Europeia (UE) com a maior percentagem de pessoas acima dos 64 anos de idade no mercado de trabalho, segundo um documento da Pordata para assinalar Read more

O partido Chega vai questionar o Governo sobre “despesas supérfluas” da Presidência da UE
andre-ventura-belem

Governo está a utilizar "as práticas que tão bem lhe são conhecidas" e que "levaram o país à bancarrota" num "passado muito próximo", diz André Ventura. O deputado do partido Read more

Show Buttons
Hide Buttons