• Ter. Ago 16th, 2022

TAP : crise na aviação “não deverá melhorar nas próximas semanas”, diz CEO

ByTeam

Jul 4, 2022 ,
TAP

TAP reconhece que não “está a oferecer o serviço de excelência” que planeou, depois de um fim de semana com vários cancelamentos.

A presidente executiva (CEO) da TAP, Christine Ourmières-Widener, reconheceu que a companhia aérea não “está a oferecer o serviço de excelência” que planeou, depois de um fim de semana com vários cancelamentos, e alerta que a crise que o setor atravessa “não deverá melhorar nas próximas semanas”.

Numa mensagem publicada no site oficial, dirigida aos clientes, a gestora deu conta das dificuldades sentidas pela transportadora nos últimos tempos, avisando que os constrangimentos irão manter-se, mas que fará “melhor para voltar a proporcionar” qualidade, pontualidade e confiança.

“Neste momento, reconhecemos que não estamos a oferecer o serviço de excelência que planeámos e que queremos que experiencie connosco, face à crise que o transporte aéreo atravessa e que, de acordo com as previsões mais recentes, não deverá melhorar nas próximas semanas, fruto do aumento regular das viagens de lazer e de negócios”, escreveu a CEO, apresentando as “mais sinceras desculpas” da companhia aérea.

“Os últimos dois anos foram muito difíceis para todos nós, sobretudo para o setor da aviação comercial, extremamente penalizado devido à pandemia”, indicou, garantindo que “todos os colaboradores da TAP Air Portugal têm trabalhado resiliente e consistentemente na reconstrução da companhia e em ganhar novamente” a confiança dos passageiros.

“Este fim de semana não foi fácil para a TAP devido a constrangimentos vários”, lamentou, acrescentando que “só com o empenho e esforço das equipas, tanto de terra como do ar, foi possível prestar o melhor serviço possível aos nossos passageiros, levá-los ao destino e normalizar a operação”.

“Não há nada que todos queiramos mais do que levar Portugal ao mundo e trazer o mundo a Portugal já este verão. Esta é a nossa razão de existir e é para cumprir esse objetivo que todos temos trabalhado nos últimos meses”, realçou Christine Ourmières-Widener.

A CEO ressalvou, no entanto, que “ainda que as restrições à mobilidade de passageiros tenham sido levantadas na sua maioria, o transporte aéreo, bem como a respetiva estrutura e serviços complementares, enfrenta uma séria limitação de recursos a nível global, num momento em que as operações de voo passaram praticamente do zero para cerca de 90% dos níveis pré-pandemia”.

“Garantimos que a TAP e todas as nossas equipas estão empenhadas, neste momento, em minimizar ao máximo todo e qualquer inconveniente que possa surgir durante a sua jornada connosco, esperando contar com um transporte aéreo mais robusto, funcional e articulado no verão de 2023”, disse a CEO.

“Agradecemos, como sempre, a sua fidelidade e esperamos contar também com a sua compreensão, caso a sua viagem não tenha ido ainda ao encontro das suas expectativas. Estamos a fazer o nosso melhor para voltar a proporcionar-lhe a qualidade, a pontualidade e a confiança que merece e que certamente terá da TAP Air Portugal, o mais rapidamente possível”, rematou a CEO da transportadora.

Este fim de semana, a companhia cancelou vários voos tendo em conta os constrangimentos que estão a afetar a operação um pouco por todo o mundo, dada a recuperação rápida do tráfego depois de uma paralisação quase total devido à pandemia. (Ag.Lusa)

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Partido PSD quer ouvir presidente da TAP no Parlamento com urgência
TAP-06-12-2020

O PSD justificam o pedido de explicações por os apoios à TAP aprovados em 2021 em Bruxelas envolverem "um auxílio do Estado autorizado de 3,2 mil milhões de euros". Os Read more

TAP: Sindicato Nacional avança com ações de impugnação ao despedimento
TAP

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai avançar este mês com ações de impugnação ao despedimento, pela TAP, de 14 tripulantes associados, tal como está Read more

Cancelados 327 voos em Lisboa e no Porto devido à greve na Groundforce
tap-capitalizacao

Greve na Groundforce levou já ao cancelamento de 301 voos de e para Lisboa, dos 511 previstos, e 26 de e para o Porto, segundo fonte oficial da ANA. "Devido Read more

A TAP leva a aumento de prejuízos em 12 vezes para 1.230 milhões
TAP-06-12-2020

Já muito antes da pandemia a TAP estava financeiramente doente, agora os prejuízos da TAP SA ascenderam a 1.230,3 milhões de euros em 2020, ano marcado pela pandemia de covid-19, Read more

Show Buttons
Hide Buttons