• Ter. Nov 30th, 2021

Viatura oficial do ministro Eduardo Cabrita (PS) atropelou mortalmente um Trabalhador

nuno-santos-e-eduardo-cabrita

No dia 18 de Junho, a viatura oficial em que circulava o Ministro Eduardo Cabrita (PS) atropelou mortalmente um trabalhador que se encontrava em trabalhos de manutenção na autoestrada A6.
Nuno Santos tinha 43 anos, era casado e deixou órfãs duas filhas menores.

Nenhum representante do Governo esteve presente no funeral de Nuno Santos, o trabalhador atropelado na A6 por uma viatura oficial do MAI [Ministério da Administração Interna], e ninguém perguntou à família se precisava de ajuda.

A casa da vitima é humilde, o calor intenso, todas vestem de preto, viúva, irmã e filhas. As lágrimas correm rapidamente, a história ainda custa a contar.

Nuno Santos, de 43 anos, conhecido na freguesia de Escoural como ‘Pombinho’, foi mortalmente atropelado há pouco mais de uma semana pelo carro do ministro da Administração Interna.

Nas redes sociais, dizem que o carro do ministro ia com velocidade entre 200 a 230 Km/h

O INEM abriu um inquérito interno sobre as circunstâncias em que foi prestado o socorro no acidente que envolveu o carro que transportava o ministro da Administração Interna na autoestrada A6, no Alentejo, com um morto.

DIAP de Évora está a investigar morte de trabalhador atropelado por carro de ministro Eduardo Cabrita.

A Brisa (Auto-Estradas de Portugal) já terá concluído que trabalhos estavam sinalizados, o que contraria o ministro Eduardo Cabrita (PS).

MINISTÉRIO ADMINISTRAÇÃO INTERNA (MAI) disse que “não havia qualquer sinalização que alertasse os condutores para a existência de trabalhos de limpeza em curso”, fonte da “Brisa desmente”.

Uma fonte da Brisa disse à SIC, que esta informação divulgada pelo MAI não corresponde à verdade, dado que o local estava devidamente sinalizado.

GNR foi impedida pelo Governo Socialista de fazer perícia a carro de Eduardo Cabrita que matou trabalhador na A6 !

Dados recolhidos apontam para média de 200 km/h na distância percorrida.

Os militares da GNR que investigam o atropelamento mortal que envolveu o carro oficial do ministro da Administração Interna foram impedidos, por decisão superior, de fazer perícias ao BMW.

coreio-da-manha-01-07-2021

Segundo apurou o CM, os titulares da investigação nem sabem para onde a viatura foi levada depois de ser removida do local por um reboque da própria GNR, numa ocorrência em que esteve presente o comandante Territorial de Évora, coronel…

Iniciativa Liberal: “O comportamento que Eduardo Cabrita tem adotado nesta matéria revela, uma vez mais, que não tem a idoneidade institucional exigível para o exercício do cargo que lhe foi confiado pelo Primeiro-ministro”.

“É inadmissível que, num assunto desta gravidade, o Ministro da Administração Interna, a quem cabe precisamente assegurar a segurança rodoviária, atue sem qualquer transparência, tendo inclusivamente a sua versão dos acontecimentos sido desmentida pela empresa concessionária e sucedendo-se as notícias que apontam para um inaceitável encobrimento dos factos que levaram ao atropelamento mortal”.

O partido Chega cria um fundo para ajudar a família de trabalhador atropelado pela viatura oficial do ministro Eduardo Cabrita.

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Parlamento Europeu dirigiu uma carta a Fernando Medina a exigir respostas por escrito
Fernando-Medina

Parlamento Europeu, numa carta dirigida a Fernando Medina (PS) na qual refere que o autarca violou o direito da União Europeia (UE), ao enviar dados pessoais de manifestantes anti-Putin para Read more

PSD responsabiliza o partido Socialista por “vinte anos perdidos” na economia
economia-portuguesa

O partido PSD responsabiliza o partido Socialista por "vinte anos perdidos" no crescimento da economia e no aumento da competitividade." "É incompreensível que a melhoria da nossa competitividade, enquanto país Read more

O socialista Carlos César está a ser investigado, e diz-se “disponível para os escrutínios”
Carlos-Cesar

O presidente do PS, Carlos César, antigo presidente do Governo dos Açores, disse desconhecer "qualquer inquérito judicial" que o envolva, mostrando-se "disponível para todos os escrutínios e para esclarecer sempre Read more

A “Geringonça” : retrato de um gigantesco embuste
Geringonca-portugal

Depois de ter sido derrotado nas eleições de 4 de Outubro de 2015, António Costa, sem ter tido a honestidade elementar de durante a campanha eleitoral o anunciar como possibilidade, Read more

Show Buttons
Hide Buttons