A ministra das Finanças avança com pagamento antecipado ao FMI

A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, afirmou no parlamento que Portugal vai proceder ao pagamento antecipado do empréstimo contraído ao Fundo Monetário Internacional (FMI) durante o resgate financeiro do país.

A governante, que está hoje a ser ouvida na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública, disse que o Estado acumulou “um montante de reservas de liquidez muito significativo” que permite “enfrentar com muita tranquilidade” eventuais dificuldades futuras.

Por isso, e tendo em conta aquilo que Maria Luís Albuquerque disse ser uma “situação de normalização do acesso ao mercado”, Portugal “está em condições e vai iniciar os procedimentos necessários para o reembolso antecipado ao FMI”.

De acordo com o calendário de amortizações de dívida direta do Estado do IGCP, Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública, Portugal começa a reembolsar o montante emprestado pelo FMI em 2015, estando prevista a amortização de 500 milhões de euros do envelope financeiro total de 26,91 mil milhões de euros concedido pelo Fundo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.