• Ter. Ago 16th, 2022

Emigrantes: Anulação de votos pode levar a desmobilização do eleitorado

eleicoes-votos

O especialista em migrações Jorge Malheiros alertou que a anulação de milhares de votos dos emigrantes pode provocar um efeito “de pêndulo” e, depois do aumento da participação em 30 de janeiro, levar a uma desmobilização do eleitorado.

“Depois desse discurso de mobilização das pessoas para o voto, ‘a posteriori’ dizer que o seu voto não vale pode ter um efeito completamente contrário, uma lógica de pêndulo. (…) Pode ter um efeito muito negativo e levar a que as pessoas desmobilizem. Se agora se mobilizaram, no futuro, podem desmobilizar”, disse o geógrafo e investigador na área das migrações e da demografia.

Em entrevista à Lusa por telefone, Jorge Malheiros classificou como “um péssimo sinal” a decisão da mesa de apuramento geral dos votos da emigração de anular 80% dos votos do círculo da Europa.

“Nesta altura, não alterando o resultado eleitoral, tendo havido um acordo anterior de que se podia fazer, eu creio que recuar é um absurdo, ainda para mais com o volume de votos que no círculo europeu seriam anulados”, disse o investigador do Centro de Estudos Geográficos.

Mais de 80% dos votos dos emigrantes do círculo da Europa nas legislativas de 30 de janeiro foram considerados nulos, após protestos do PSD, mas a distribuição de mandatos mantém-se, com PS e PSD a conquistarem dois deputados cada nos círculos da emigração.

Online Website Builder

Segundo o edital publicado na quinta-feira sobre o apuramento geral da eleição do círculo da Europa, de um total de 195.701 votos recebidos, 157.205 foram considerados nulos, o que equivale a 80,32%.

Em causa estão protestos apresentados pelo PSD após a maioria das mesas ter validado votos que não vinham acompanhados de cópia do Cartão de Cidadão (CC) do eleitor, como exige a lei.

Como esses votos foram misturados com os votos válidos, a mesa da assembleia de apuramento geral acabou por anular os resultados de dezenas de mesas, incluindo votos válidos e inválidos, por ser impossível distingui-los uma vez na urna.

A validação dos votos que viessem sem cópia do CC tinha sido aprovada por todos os partidos numa reunião com a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, mas, após ouvir o seu gabinete jurídico, o PSD concluiu que a medida era ilegal e alertou os partidos da sua mudança de posição numa segunda reunião, na sexta-feira passada.

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Legislativas: Aumento da participação dos emigrantes teve contributo do partido Chega
Legislativas-emigrantes

O especialista em migrações Jorge Malheiros atribuiu hoje o aumento da participação dos emigrantes nas legislativas a um conjunto de três fatores, incluindo umas eleições mais mediatizadas, com o contributo Read more

Residentes no estrangeiro: só quatro vacinas aceites como prova para emigrantes entrarem em Portugal
vacinas-covid

Os portugueses residentes no estrangeiro que queiram entrar em Portugal apresentando prova de vacinação contra a covid-19, apenas o poderão fazer se tiverem recebido uma das quatro vacinas aprovadas pela Read more

Dúvidas e inseguranças travam viagens a casa de portugueses a viver na Alemanha
emigrantes-covid19

As dúvidas e a incerteza sobre a evolução da pandemia de covid-19 já levaram muitos portugueses a viver na Alemanha a cancelar as viagens, de carro ou avião, para visitar Read more

90 mil portugueses emigraram em 2017
emigrantes

Cerca de 90 mil portugueses emigraram em 2017, menos 10 mil do que em 2016, com o Reino Unido a manter-se o principal destino, segundo o Relatório de Emigração divulgado. Read more

Show Buttons
Hide Buttons