• Ter. Nov 24th, 2020

Partido CHEGA vai interpor uma ação judicial para abrir restaurantes no fim de semana

O argumento do partido de Direita Conservador parlamentar é o de que “a obrigatoriedade de encerramento dos setores do comércio e da restauração que está a ser imposta aos particulares é desproporcional”.

O partido CHEGA vai interpor uma ação judicial contra o Estado no Supremo Tribunal Administrativo (STA) para manter restaurantes e outro comércio abertos no próximo fim de semana, disse à Lusa fonte do partido de André Ventura.

Para que a iniciativa tenha eficácia, os dirigentes desta força política apelam à participação dos cidadãos, sobretudo os interessados – como donos de estabelecimentos de restauração -, através da “assinatura de um requerimento em como atestam que são parte ativa na ação” até às 18h de terça-feira para que dê entrada no STA atempadamente.

O partido de André Ventura criou um endereço de correio eletrónico especificamente destinado a acolher a participação da sociedade civil e tentar evitar que os juízes rejeitem a ação por considerarem que o Chega não é parte legítima, como aconteceu com a providência cautelar interposta contra as restrições na circulação.

Esta “intimação para Proteção dos Direitos, Liberdades e Garantias” tem como principal fundamento “a desproporcionalidade da medida decidida em sede de Conselho de Ministros”, segundo a mesma fonte, referindo-se ao confinamento decretado pelo Governo, a partir das 13h horas no sábado e no domingo, à semelhança do fim-de-semana passado, em virtude do agravamento da pandemia de Covid-19.

O argumento do partido de Direita Conservador parlamentar é o de que “a obrigatoriedade de encerramento dos setores do comércio e da restauração que está a ser imposta aos particulares é desproporcional”, pois “as suas consequências nefastas são largamente superiores àqueles que são os benefícios”.

Portugal está desde o passado dia 9, e até 23, em estado de emergência para adotar medidas de contenção dos contágios pelo novo coronavírus. As restrições à circulação e à abertura dos estabelecimentos comerciais e de restauração foram tomadas ao abrigo desta situação de exceção. (Ag.Lusa)

Facebook Comments
CoronaVírus: 43% dos restaurantes ponderam avançar para insolvência

Cerca de 43% das empresas de restauração e bebidas e de 17% do alojamento turístico ponderam avançar para insolvência, informa o mais recente inquérito mensal da Associação da Hotelaria, Restauração Read more

Hotelaria e restauração reclamam apoios adicionais para reabrirem

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) alertou que sem medidas adicionais de apoio ao setor muitas empresas "não terão condições para reabrir" dados os "grandes constrangimentos" Read more

Inspetores da ASAE suspeitos de corrupção e proibidos de contactar entre si

Os inspetores da Autoridade para Segurança Alimentar e Económica (ASAE) detidos por suspeita do crime de corrupção passiva estão proibidos de contactar com colegas e de frequentar estabelecimentos comerciais sob Read more

Redução do IVA da restauração para 13% em 2016 e sobretaxa IRS eliminada em 2018

O cenário macroeconómico do PS prevê a reposição do IVA da restauração nos 13% já em 2016 e a eliminação gradual da sobretaxa de IRS em duas fases, 50% no Read more

Show Buttons
Hide Buttons