População residente em Portugal perde 55 mil residentes

A população residente em Portugal manteve em 2012 a tendência de queda, com menos 55 mil pessoas que no ano anterior, observando-se menos nascimentos, mais mortes e mais emigração, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) hoje divulgados.

A população residente em Portugal em 31 de dezembro de 2012 foi estimada em 10.487.289 pessoas, menos 55.109 pessoas que um ano antes, ou seja, uma taxa de crescimento efetivo de -0,52%. A população cresceu continuamente entre 1992 e 2010, caindo 0,29% em 2011.

Segundo as estimativas de população residente em Portugal do INE em 2012, 5.491.592 eram mulheres e 4.995.697 eram homens.

O número de nascimentos desceu para 89.841, situando-se abaixo dos 90 mil nados vivos pela primeira vez desde que há registos. Por outro lado, os óbitos subiram para 107.598 (mais 4,6% que em 2011, quando ocorreram 102.848), o que representa um saldo natural de -17.757 pessoas.

Também o índice de fecundidade teve no ano passado o valor mais baixo de sempre — 1,28 filhos por mulher — mantendo a tendência de queda observada desde 1995.

Já a esperança de vida continua a subir: 82,59 anos para as mulheres e 76,67 anos para os homens. (DN)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.