• Sáb. Nov 27th, 2021

Sindicato recomenda médicos para se autoexcluírem de responsabilidades

medicos-enfermeiros

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) está a dar orientações aos médicos associados para que, em protesto contra o “excesso de tarefas” decorrentes da covid-19, apresentem às chefias uma declaração de exclusão de responsabilidades de erros clínicos.

Segundo o SIM, que anuncia a iniciativa no seu portal, reproduzindo o modelo da declaração, “a realidade que se vive atualmente nas instituições prestadores de cuidados de saúde“, como hospitais e centros de saúde, é pautada pela “escassez de recursos humanos e exaustão dos existentes“.

“Não conseguindo descortinar o propalado reforço de recursos humanos médicos, o SIM está a dar orientações aos médicos seus associados para apresentarem o seu protesto e declaração de exclusão de responsabilidade”, dirigida “aos seus superiores hierárquicos diretos”.

Em 02 de setembro, a ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou a publicação dos concursos para a contratação de 950 novos médicos para o Serviço Nacional de Saúde (911 da área hospitalar e 39 da saúde pública).

Ao assinar a declaração, o médico remete a responsabilidade de eventuais erros clínicos e danos em doentes, em consequência da “recorrente situação de excesso de tarefas a seu cargo”, para “de quem emanou a determinação da prestação de trabalho nos preditos moldes, bem como para os demais superiores hierárquicos envolvidos na respetiva prolação, transmissão e execução”.

A pandemia da covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e quase 40 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência noticiosa francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.181 pessoas dos 99.911 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A covid-19 é uma doença respiratória causada por um novo coronavírus (tipo de vírus) detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China. (Ag.Lusa)

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Saúde: Coronavírus pode provocar danos no pénis e disfunção erétil
coronavirus-disfuncao-eretil

Um estudo realizado pela Universidade de Miami detetou vestígios do novo coronavírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, no tecido do pénis de doentes que padeceram da patologia. E, futuramente, experienciaram problemas Read more

Comité de peritos da OMS discute sobre vacina da AstraZeneca
vaccin-AstraZeneca

Tedros Adhanom Ghebreyesu da OMS, referiu que, apesar de não haver uma ligação entre a vacina e os casos reportados, "constitui boa prática investigá-los". EMA já defendeu a segurança da Read more

Comissão Europeia: Há que trabalhar rápido se queremos um certificado de vacinação até ao verão
Von_der_Leyen

Covid-19: "Von der Leyen diz que os Estados-Membros da União Europeia vão ter de trabalhar rapidamente para afinar os seus sistemas de saúde e fronteiras se quiserem ter um certificado Read more

ONG acusa China de ocultar informação à OMS na recente missão a Wuhan
human_rights_watch

Covid-19: HRW acusa a China de ter ocultado informação à missão da OMS que se dirigiu a Wuhan. "A China claramente quer evitar ser acusada de ser o lugar onde Read more

Show Buttons
Hide Buttons