• Sáb. Set 26th, 2020

Radio Relaxation Ambient

  • Home
  • Radio Relaxation Ambient

Música Ambiente (Ambient Music) é um gênero musical substancialmente focado nas características timbrais dos sons, geralmente organizados ou executados com o intuito de se denotar ou estimular a criação de uma “atmosfera”, uma “paisagem sonora” ou mesmo para apenas soar como um “discreto complemento” a uma ambiência.

Relaxation Ambient Music

Radios Online

Ambient Music

Brian Eno é considerado o inventor do termo “música ambiente (Ambient Music)” em meados da década de 1970, descrevendo músicas que, como ele explica, podem ser “ouvidas ou ignoradas ativamente, dependendo da escolha do ouvinte”.
Eno, que não se considera músico, descreve seus sons experimentais como “tratamentos”….

radio ambient music

radio loung chillout

radio baroque classical

Jazz music

Advertisement – Anuncios

Origem da Música Ambiente (Ambient Music)

Brian Eno é considerado o inventor do termo “música ambiente (Ambient Music)” em meados da década de 1970, descrevendo músicas que, como ele explica, podem ser “ouvidas ou ignoradas ativamente, dependendo da escolha do ouvinte”.

Eno, que não se considera músico, descreve seus sons experimentais como “tratamentos”. Eno usa o termo “ambient” para descrever uma música criando uma atmosfera que leva o ouvinte a um estado mental diferente; que é inspirado pelo termo latino ambire, “invadir”.

Uma observação incluída no Ambient 1: Music for Airports do Brian Eno (1978) descreve a filosofia do ambient: “a música ambient deve ser capaz de acomodar todos os níveis de interesse sem forçar o ouvinte a ouvir; a musica deve ser discreta e interessante”.

Eno reconhece sua inspiração de Erik Satie e John Cage. Eno também é inspirado pela música drone de La Monte Young (que ele considera “nosso pai”) e pela música de Miles Davis e Teo Macero, em particular a música He Loved Him Madly (extraído de Álbum Get Up With It)

Além de Brian Eno, outros músicos e bandas participam diretamente ou indiretamente no desenvolvimento da música Ambient. Entre esses músicos, Wendy Carlos, autor da música Timesteps, usada na trilha sonora do filme Laranja Mecânica (A Clockwork Orange).

Outros artistas importantes, como Mike Oldfield, Jean Michel Jarre e Vangelis, e o músico russo Mikhail Chekalin, participam indiretamente à evolução da “musica ambiente”. A Yellow Magic Orchestra desenvolve um estilo distinto de Ambient que será chamado de “ambient house”.



Criação de Sites

  • O “Jazz tem Voz” é o novo festival entre 09 e 11 de outubro em Lisboa

    Em Lisboa, a Voz do Operário, acolhe em outubro o festival O Jazz tem Voz!, que inclui concertos, uma exposição, uma oficina de ilustração de André Letria e uma conversa, anunciou a organização. Ao todo, serão cinco os concertos, “um dos quais para pais e filhos”, que compõem a programação do novo festival ‘O Jazz The post O "Jazz tem Voz" é o novo […]

  • “Glória” é o thriller e o primeiro original português da Netflix

    A série “Glória“, um thriller passado durante a Guerra Fria, com realização de Tiago Guedes, é o primeiro projeto português original da Netflix, tem produção da SPi, do Grupo SP Televisão, e coprodução da RTP, anunciou esta quinta-feira a plataforma. “Glória” tem argumento original de Pedro Lopes, um dos autores da série “Auga Seca” e The post […]

  • Filme “Selvajaria” de Miguel Gomes é premiado no Festival de Locarno

    O novo filme do realizador português Miguel Gomes, intitulado “Selvajaria“, recebeu o prémio especial do júri no programa “The Films After Tomorrow” do Festival de Cinema de Locarno, na Suíça, anunciou esta sexta-feira a organização. Miguel Gomes (Lisboa, 1972) é um realizador português que se enquadra no grupo de cineastas, formados na Escola Superior de […]

  • Jordan Klassen – Tell Me What To Do

    Este álbum é magnifico do começo ao fim; melodias meticulosamente elaboradas combinadas com uma composição incrível. Jordan Klassen deveria ser mais conhecido, porque ele é brilhante. “Quando se trata de formar uma identidade pessoal, supõe-se que uma extensão infinita de possibilidades seja uma força capacitadora. Esta geração – em comparação com as […]

  • Finlay Shakespeare – Solemnities : reviver o Synth-Pop

    Finlay Shakespeare orgulha-se em “Solemnities” de reviver o Synth-Pop, Electonic Alternative, e de continuar os passos dos Depeche Mode, Talk Talk, Gary Numan e muitos outros… Finlay Shakespeare é um fenómeno, é simplesmente excepcional. Com isso, seu segundo álbum para Edições, confirma isso. Como uma banda de um homem, muitas vezes parece desconcertante, o […]

  • Houses of Heaven – Silent Places : o mundo do Post-punk e do industrial

    Houses of Heaven. O mundo do Post-punk e do industrial. Sintetizadores de camadas, guitarras, percussão eletrônica e bateria ao vivo, o Houses of Heaven combina os primeiros ritmos industriais e tecnológicos com o melodismo do shoegaze e uma grande dose de efeitos influenciados pelo dub. Formada em Oakland, Califórnia, por Keven Tecon, Adam Beck e The post Houses of […]

Show Buttons
Hide Buttons