Estudo indica que obesidade abdominal provoca disfunção eréctil

Um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), mostra que o índice de gordura acumulada na zona abdominal “pode servir de indicador de disfunção eréctil”, recente trabalho da equipa de investigação de Urologia da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP).

Este estudo, tendo sido publicado na revista científica “Aging Male”, revelou que “o índice de obesidade central tem potencial para prognosticar alterações na circulação sanguínea do pénis, isolado ou incorporado nas mais comuns definições da Síndrome Metabólica”.

Com uma “prevalência global de cerca de 13% em Portugal”, a disfunção eréctil pode atingir os homens de qualquer idade, embora seja mais frequente com o avançar da idade.

Este trabalho foi realizado pelo investigador Hugo Carvalho e liderado pelo urologista Nuno Tomada. Contou com a colaboração de dois outros investigadores, Inês Campos Correia e Francisco Correia.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.