• Sáb. Out 1st, 2022

Saúde: mais de 4.000 enfermeiros pediram certificado para trabalhar fora do país em 2019

enfermeiros-saude

Serviços públicos agonizam… mais de quatro mil enfermeiros pediram no ano passado à Ordem a declaração para efeitos de emigração, um número recorde de profissionais a pretender sair do país e que representa três vezes mais do que o registado em 2017.

Existe uma falta médicos, como também há menos consultas e menos cirurgias, não há enfermeiros, não há socorro no INEM, mas em 2019, mais de 4.000 enfermeiros pediram certificado para trabalhar fora do país!

Em comunicado divulgado, a Ordem dos Enfermeiros afirma que recebeu 4.506 pedidos de certificado de equivalência para exercer no estrangeiro durante 2019.

Em 2018 tinham sido pedidos 2.736 e no ano anterior 1.286.

Online Website Builder

“Face aos dados do primeiro semestre de 2019, que contabilizou 2.321 pedidos de declarações, a Ordem já tinha alertado para a possibilidade de 2019 vir a registar a maior vaga de emigração de sempre, o que acabou por se concretizar, e o ano fechou com números surpreendentes e além dos estimados”, refere a nota.

Trata-se, para a Ordem, de um “número preocupante” e que espelha o “estado da saúde em Portugal e em particular a forma como os profissionais são tratados”.

“No estrangeiro, os enfermeiros têm a formação e a especialidade pagas, têm, efetivamente, uma carreira com diferenciação salarial, mas, acima de tudo, são reconhecidos e acarinhados”, indica a bastonária Ana Rita Cavaco no comunicado divulgado hoje de manhã.

Quanto a países de destino dos enfermeiros, o Reino Unido continua a surgir em primeiro lugar, seguido de Espanha e Suíça.

Os Emirados Árabes surgem já no sexto lugar das escolhas de emigração dos enfermeiros.

Segundo a Ordem, há atualmente 18 mil enfermeiros portugueses no estrangeiro, quando em Portugal faltarão cerca de 30 mil profissionais, segundo as estimativas apresentadas pelos representantes da classe.

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Estudo indica que obesidade abdominal provoca disfunção eréctil
obesidade-gordura

Um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), mostra que o índice de gordura acumulada na zona abdominal “pode servir de indicador de disfunção eréctil”, recente Read more

Café pode reduzir até 25% o risco de diabetes
Café

Um consumo regular de café contribui para estimular o metabolismo e equilibrar os níveis de glucose, o que diminui até 25 por cento o risco de desenvolvimento de diabetes tipo Read more

PS quer explicações do ministro da Saúde sobre emergência médica
INEM

O PS anunciou que formalizará, na Assembleia da República, a entrega de um requerimento para que o ministro da Saúde seja ouvido no parlamento sobre urgência e emergência médica, considerando Read more

Weedmaps é o Google Maps da marijuana e já chegou à Europa
weedmaps

Em meia hora de caminhada pelo paredão de Venice Beach encontra-se pelo menos meia dúzia de lojas que vendem marijuana e ensinam a consumir. Nestes Green Doctors é possível encontrar Read more

Show Buttons
Hide Buttons