• Qui. Dez 1st, 2022

Audiência sobre extradição de Rui Pinto marcada em Budapeste

RuiPinto
Share This !

A audiência pública respeitante ao processo de extradição para Portugal do português Rui Pinto, colaborador do ‘Football Leaks’, está marcada no Tribunal Metropolitano de Budapeste, disse uma fonte judicial.

Os advogados de Rui Pinto, William Bourdon e Francisco Teixeira da Mota, dizem que Rui Pinto, de 30 anos, é um amante de futebol “indignado com práticas vigentes neste desporto” e que “decidiu contribuir para o conhecimento público da extensão dessas práticas criminosas”.

Recorde-se que o blogue “O Mercado de Benfica” tem vindo a divulgar vários arquivos digitais com correspondência eletrónica que envolve o clube encarnado e os seus dirigentes, como também em outros processos judiciais mais mediáticos nos quais participaram advogados da PLMJ, a Operação Marquês, os Vistos Gold, o caso das Secretas/Jorge Silva Carvalho e o caso EDP.

A sessão tem início marcado para as 10:15 (09:15 em Lisboa) e servirá para as partes apresentarem ao tribunal os respetivos fundamentos.

Caso seja decretada a extradição para Portugal, Rui Pinto, que está em prisão domiciliária, em Budapeste, desde 18 de janeiro, será imediatamente detido.

Rui Pinto foi detido em 16 de janeiro, na sequência de um mandado de detenção europeu emitido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) por duas situações: acesso aos sistemas informáticos do Sporting Clube de Portugal (SCP) e do fundo de investimento ‘Doyen Sports’ e posterior divulgação de documentos confidenciais, como contratos de jogadores do SCP e do então treinador Jorge Jesus, assim como de contratos celebrados entre a ‘Doyen’ e vários clubes de futebol.

Em 13 de fevereiro deste ano, o tribunal húngaro rejeitou o recurso do Ministério Público daquele país para que Rui Pinto passasse a prisão preventiva, mantendo o português em prisão domiciliária, enquanto aguarda o desenrolar do processo de extradição para Portugal, ao qual se opôs.

Rui Pinto terá acedido, em setembro de 2015, ao sistema informático da “Doyen Sports Investements Limited”, com sede em Malta, que celebra contratos com clubes de futebol e Sociedades Anónimas Desportivas (SAD).

O ‘hacker’ é também suspeito de aceder ao email de elementos do conselho de administração e do departamento jurídico do Sporting e, consequentemente, ao sistema informático da SAD ‘leonina’.

Rui Pinto está indiciado de seis crimes: dois de acesso ilegítimo, dois de violação de segredo, um de ofensa a pessoa coletiva e outro de extorsão na forma tentada.

Para muitos, Rui Pinto é considerado como um Julien Assange e Edward Snowden, que ajudam a divulgar a verdade e denunciar a Corrupção que pesa bastante em Portugal.

Conecte-se ao Facebook para poder comentar
Facebook revela detalhes sobre os dados que cedeu aos EUA USA
Facebook-news

(Atualização 25-03-2020) A rede social Facebook revelou que no último semestre de 2012 recebeu entre 9.000 e 10.000 pedidos de informação privada por parte das autoridades norte-americanas, incluindo da polícia Read more

Google envia para o espaço balões Internet
Google e os baloes internet

video - A Google revelou, este sábado, o seu plano secreto de enviar balões para o espaço, com o objetivo ambicioso de levar Internet aos dois terços da população mundial Read more

China tem o supercomputador mais rápido do mundo
supercomputador

Engenheiros militares chineses anunciaram, esta segunda-feira, terem conseguido desenvolver um supercomputador capaz de calcular 33.860 biliões de operações por segundo, voltando a China a ter o computador mais rápido do Read more

Equipa de cientistas criam primeiro modelo em 3D do cérebro humano
cerebro humano

video - Uma equipa de cientistas alemães e canadianos divulgou, o primeiro modelo em três dimensões (3D) do cérebro humano com uma resolução microscópica, 50 vezes mais detalhada do que Read more

Ciberataques aos telemóveis aumentaram 600 % em um ano
telemovéis

video - Os utilizadores de smartphones não estão imunes aos ataques dos piratas informáticos, que multiplicaram os seus ataques aos telemóveis, usando como arma desde a simples fraude comercial à Read more

Investigadores portugueses premiados por estudos sobre a dor

Duas equipas de investigadores das universidades do Minho e do Porto foram contempladas com o Prémio Grünenthal Dor 2012, recebendo cada qual o valor de 7.500 euros, anunciou esta segunda-feira Read more